Arquivo da tag: hoje eu quero voltar sozinho

O CINEMA TAMBÉM APOIA A DIVERSIDADE

Antes de iniciar a matéria de hoje, eu, Luciano Fernandes, colunista de Cinema do blog Já te Falei sou contra qualquer tipo discriminação, seja ela sexual, racial, social, etnológica, religioso, aparência  ou de qualquer outro tipo. Além disso, posso afirmar com toda certeza em nome de meus amigos colunistas que o blog Já te Falei é livre de qualquer preconceito e apoia toda e qualquer manifestação de AMOR. Seja homem e mulher, mulher com mulher, homem com homem, transgênero e afins.

Em meio a uma era de aceitação e luta contra o preconceito homossexual, os meios de comunicação expressam sua empatia com a discriminação e irritam os homofóbicos e defensores da “família tradicional”. O famoso beijo gay não é mais novidade para ninguém já que a homossexualidade existe desde que o mundo é mundo. Na televisão aberta, novelas como Amor à Vida e Babilônia geraram uma polêmica em cima do assunto em 2013 e 2015 respectivamente, após mostrarem casais homossexuais da trama beijando-se explicitamente. Mas o fato não é inédito. O primeiro beijo gay da televisão brasileira foi em 2011 na novela Amor e Revolução, do SBT e como a audiência do canal costuma ser mais baixa que a da Rede Globo, o assunto passou despercebido. Mesmo em 1990, a extinta TV Manchete insinuou um beijo gay através de sombra na minissérie Mãe de Santo. Nos EUA, o lance começou antes. O primeiro beijo gay na televisão aberta americana foi no seriado Dawson´s Creek, em 1997 e desde então abriu portas para muitas séries e filmes com esta temática.

Cinemas do mundo todo deram espaço para o tema, após O Segredo de Brokeback Mountain (detalhes abaixo) ter recebido 8 indicações ao Oscar – incluindo o de Melhor Filme – e ter vencido em 3 categorias. Atores consagrados começaram a cobiçar papéis homossexuais e os filmes deixaram de ser apenas entretenimento para as pessoas dessa condição sexual, passando assim a ter um papel social para todos os amantes da sétima arte, sejam eles gays e simpatizantes ou não.

Às vésperas do final de semana LGBT em São Paulo (a Parada Gay acontece neste domingo 07/06 na Avenida Paulista), o blog Já te Falei listou 10 dicas de filmes com esta temática para você que quer entrar no clima ou apenas “abrir um pouco mais a mente” e livrar-se de qualquer preconceito:

o_segredo_de_brokeback_mountain_filme_gay

O maior sucesso da temática narra 18 anos de um amor intenso entre dois vaqueiros em plena cidade conservadora dos EUA de antigamente.  O filme surpreendeu ao mostrar dois galãs do cinema – Jake Gyllenhaal e Heath Ledger – em cenas quentes de sexo e causou um certo furor na época do lançamento. A curiosidade levou multidões ao cinema e o filme ocupa o 8º lugar nas bilheterias americanas de filmes de drama romântico. Veja o trailer
>

hoje_eu_quero_voltar_sozinho_filme_gay

Um dos hits do cinema nacional de 2014 continua arrebatando plateias do mundo tudo (atualmente em cartaz na Grécia). Fruto de um lindo curta-metragem, Hoje eu Quero Voltar Sozinho mostra a doce e inocente descoberta do amor de dois adolescentes. Tudo fica mais emocionante com o fato de um dos meninos ser cego. Delicado, surpreendente, leve. Ideal para as pessoas enxergarem a homossexualidade com mais naturalidade. Veja o trailer
>

de_repente_califórnia_filme_gay

A história de amor de um surfista com um skatista em plena Califórnia ensolarada conquistou o público jovem pela identificação do conflito. Aqui, os temas levantados são o nervosismo da auto descoberta e a não aceitação da condição sexual. Um dos rapazes reluta para se aceitar como gay, interferindo em sua relação e em seu sentimento. Perfeito para esclarecer a questão de que as pessoas não escolhem sem gays, elas apenas são. Veja o trailer
>

milk_filme_gay

Sean Penn brilhou na pele do ativista e político Harvey Milk, figura importantíssima na luta contra o preconceito, que arrebatou São Francisco ao se tornar o primeiro político gay assumido da história. James Franco, Emile Hirsch e Josh Brolin ajudam a contar esta incrível e verdadeira história de superação e conquista de igualdade de direitos. Veja o trailer
>

tatuagem_filme_gay
Em plena ditadura militar brasileira, um soldado se apaixona por um artista teatral cuja obra escracha e satiriza os absurdos cometidos pelo comando militar. Irandhir Santos e Jesuíta Barbosa interpretam o casal protagonista deste que provavelmente é um dos melhores filmes da lista. Veja o trailer
>

priscilla_rainha_do_deserto_filme_gay

Como pensar em filme com essa temática e não lembrar do clássico Priscilla – A Rainha do Deserto? Além de divertir e fazer a plateia gargalhar, Priscilla tem um papel fundamental na luta contra o preconceito, mostrando a dura realidade das drag queens e a rejeição da população contra pessoas do gênero. É o tipo de filme que te arrebata de todas as maneiras. Figurinos maravilhosos e performances marcantes do elenco, embalados ao incrível som Disco dos anos 80. Veja o trailer
>

orações_para_bobby_filme_gay

Atenção pais que não aceitam seus filhos gays: vocês PRECISAM ver este filme. Este é aquele tipo que apresenta a clássica história do conflito familiar por não aceitarem um filho gay. Sigourney Weaver vive uma mãe preconceituosa que faz de tudo para seu filho “escapar” da homossexualidade, levando o garoto a psicólogos e cultos religiosos afim de sanar o problema. Uma maravilhosa história de aceitação e superação. Veja o trailer
>

azul_e_a_cor_mais_quente_filme_gay

Léa Seydoux e Adéle Exarchopoulos vivem as protagonistas que narram a história de uma garota de 15 anos que se apaixona por outra e todo o preconceito que permeia a relação. Polêmico! São quase três horas de pura pegação lésbica, porém a história é linda, as atrizes incríveis e apesar de todo o sexo explícito, o conflito do preconceito e o romance prevalecem no final. Veja o trailer
>

alem_da_fronteira_filme_gay

O amor não escolhe hora, lugar e muito menos religião e conflitos políticos para acontecer e é exatamente essa dificuldade que os personagens principais desta história sofrem. Um judeu e um palestino se apaixonam, imagine o perrengue. Apesar de trágico e denso, o filme é lindo e merece ser visto pelo fato de expor a intolerância política e religiosa que afetam a vida dos Israelenses em todos os sentidos. Veja o trailer
>

bridegroom_filme_gay_documentario

Este tocante documentário aborda o drama de um rapaz ao perder o amor de sua vida, proibido de participar da cerimônia fúnebre do companheiro pela família que não apoiava o casal. O documentário levanta a importante questão do casamento civil igualitário para pessoas do mesmo sexo e deixa até o mais machão com lágrimas nos olhos. Tem no Netflix! Corre para ver! Veja o trailer
>


Assim como toda lista, é muito difícil sacrificar alguns títulos para destacar, mas não podemos deixar de citá-los: Má Educação, Um Estranho no Lago, Do Começo ao Fim, Weekend, Tomboy, Gaiola das Loucas, Mistérios da Carne, C.R.A.Z.Y. Loucos de Amor, Plata Queimada, Delicada Atração, Transamérica, Lawrence Anyways, Praia do Futuro, Os Amantes Passageiros, Direito de Amar, Elvis e Madona, Filadélfia, Pride, Bent,Querelle, Parceiros da Noite, Garotos de Programa, Deixe a Luz Acesa, Sou Só Eu são alguns dos muitos títulos que podem te entreter ou esclarecer questões.

Largue o preconceito de lado, aperte o play e celebre o amor. Com tantos problemas diários que enfrentamos, para quê arrumar mais um e se aborrecer com algo que não interfere em nada na sua vida? Seja feliz e deixe cada um procurar sua felicidade!

ja_te_falei_estreias_cinema

  • Espiã Que Sabia de Menos
  • Qualquer Gato Vira-Lata 2
  • Tomorrowland – Um Lugar Onde Nada é Impossível
  • Segunda Chance
  • Sangue Azul
  • Mais Um Ano
Anúncios

O BRASIL NO OSCAR 2015

oscar_2015_melhor_filme_estrangeiro

Na semana passada saiu a lista de possíveis filmes brasileiros que disputavam uma vaga na indicação de Melhor Filme Estrangeiro no Oscar 2015. Maaaaaas muita calma: Esta seleção foi apenas para escolher um longa-metragem para representar o Brasil no Oscar, não significa que o filme já está indicado à premiação. Este processo ocorre todo ano e é feito pelo Ministério da Cultura, que organiza uma comissão de entendedores do assunto para debater e selecionar dentre todos os longas lançados neste ano o filme nacional mais qualificado (ou em outras palavras, que tem mais chances de ganhar) para tentar uma vaga na categoria de Melhor Filme Estrangeiro. Dentre os 18 longas selecionados, vale citar os mais comentados da lista: O Lobo Atrás da Porta, Serra Pelada, Praia do Futuro, Getúlio, Tatuagem, O Menino e o Mundo, e outros.

O processo da inscrição é feito da seguinte maneira: as produções preenchem um requerimento a ser entregue no Ministério da Cultura, junto com cópias em dvd do filme. Simples assim. A comissão julgadora pré-seleciona alguns dos inscritos e avaliam o mais qualificado para encaminhar à Academia de Artes e Ciências Cinematográficas dos Estados Unidos, que por fim, determina se o filme entra ou não na lista de indicados ao prêmio. Vale lembrar que muitos países tentam uma vaga na indicação, ou seja, a disputa é muito forte! Nos últimos anos, nossos selecionados foram: O Som ao Redor (2014), O Palhaço (2013), Tropa de Elite 2 (2012), Lula – O Filho do Brasil (2011) e Salve Geral (2010). Infelizmente, nenhum desses filmes conseguiu uma vaga.

Na quinta passada, dia 18, a ministra da cultura Marta Suplicy anunciou o selecionado para disputar a vaga na tão cobiçada premiação. O longa Hoje eu Quero Voltar Sozinho, de Daniel Ribeiro foi contemplado com a indicação à vaga, sendo a nossa aposta! O melhor de tudo isso é que o TE FALEI assistiu o filme e adorou!

cartaz_hoje_eu_quero_voltar_sozinhoCom autoria do próprio diretor, o filme conta a história de Leonardo, um adolescente com deficiência visual, descobrindo o amor através do afeto que nutri pelo novo amigo da escola. A naturalidade com que o assunto é tratado e a delicadeza da narrativa conduzem essa linda história de amor, fazendo-se necessário para o momento em que vivemos, desmistificando a homossexualidade e definitivamente quebrando tabus. O elenco é encabeçado pelo talentosíssimo jovem ator Ghilherme Lobo, sem ofuscar as performances tocantes de Fabio Audi e Tess Amorim. TÊM que ser visto, revisto e indicado! Filme nacional da melhor qualidade! Para assistir o trailer, clique aqui.

No entanto, se aprovado pela Academia, o filme não será o primeiro brasileiro a entrar para a lista. O cinema nacional esteve presente em diversos momentos na história do Oscar, mas infelizmente nossas poucas vitórias não são tão notadas. Nossas indicações foram:

Filmes nacionais indicados ao Oscar de Melhor Filme Estrangeiro: Central do Brasil (1999), O Que é Isso Companheiro (1998), O Quartilho (1994) e O Pagador de Promessas (1963)
Filmes nacionais indicados ao Oscar de Melhor Filme Estrangeiro: Central do Brasil (1999), O Que é Isso Companheiro (1998), O Quartilho (1994) e O Pagador de Promessas (1963)

 

Na categoria de Melhor Filme – a mais cobiçada pelas produções do mundo todo, O Beijo da Mulher Aranha (de Hector Babenco – co-produção norte americana) recebeu uma indicação em 1985, sendo indicado também como Melhor Direção. E por motivos óbvios, Fernanda Montenegro recebeu uma indicação ao Oscar de Melhor Atriz por sua performance em Central do Brasil, em 1999, sendo a única atriz brasileira indicada ao prêmio. cartaz_cidade_de_deusAinda concorreu à Melhor Documentário o longa Lixo Extraordinário, em 2010 e com Melhor Canção Original, Rio (2012), Diários de Motocicleta (2005) e Brazil (1944). Por fim, é de Cidade de Deus o título de produção nacional com mais indicações ao Oscar. Em 2004, o longa de Fernando Meirelles foi indicado à 4 prêmios: Melhor Direção, Melhor Roteiro Adaptado, Melhor Fotografia e Melhor Edição.

E você? Curte cinema nacional? Já assistiu Hoje eu Quero Voltar Sozinho? Está na torcida? Fique ligado, pois os indicados à categoria serão anunciados em 15 de janeiro de 2015 e a premiação ocorrerá no dia 22 de Fevereiro de 2015! Para essa competição, eu faço questão de gritar: HASHTAG VAI BRASIL!

faixa_rolo_cinema_pequeno

Indicações de filmes da semana:

estrelas_cine5  MAZE RUNNER – CORRER OU MORRER  |  Direção: Wes Ball – Com Dylan O´Brien, Aml Ameen, Will Poulter, Thomas Brody-Sangster, Kaya Scodelario e Patricia Clarkson – Intrigante, eletrizante e empolgante, do início ao fim. Boa história, muito bem realizado com momentos de tirar o fôlego. Continuo indicando. Quem não viu, vá assistir!

estrelas_cine3  ISOLADOS  |  Direção: Tomás Portella – Com Bruno Gagliasso, Regiane Alves, José Wilker, Debora Olivieri e Juliana Alves – Difícil imaginar um filme nacional de terror, mas esta produção cumpre legal o seu papel. Momentos de muita tensão, no melhor estilo “Os Estranhos”.

estrelas_cine3  MESMO SE NADA DER CERTO  |  Direção: John Carney – Com Mark Ruffalo, Keira Knightley, Adam Levine, James Corden, Hailee Steinfeld e Catherine Keener – Romance leve e descontraído, sobre superação amorosa, com uma ótima trilha musical!

  LIVRAI-NOS DO MAL  |  Direção: Scott Derrickson – Com Eric Bana, Edgar Ramirez, Olivia Munn, Chris Coy e Sean Harris – Trama interessante que demora para engatar, deixando a desejar no quesito suspense.


Estreias da semana nos cinemas:

  • Sin City 2: A Dama Fatal
  • O Protetor
  • A Bela e a Fera
  • Será Que…?
  • A Pelada
  • O Pequeno Fugitivo