Arquivo da tag: caminhos da floresta

MERYL STREEP – O MAIOR TALENTO DO CINEMA DA ATUALIDADE

Existe a possibilidade de falar sobre cinema, bons filmes e boas interpretações sem lembrar de Meryl Streep? É CLARO QUE NÃO! Já aviso que poderei parecer um pouco chato aqui no post ao idolatrar esta que, na minha opinião, é a melhor atriz do cinema da atualidade. Quem a adora, siga em frente e descubra curiosidades e toda a filmografia desta camaleônica atriz.

meryl_streep_jovem_blog_cinema
Sobre:

Nome: Mary Louise Streep
Idade: 65 anos
Altura: 1,68 m
Nascimento: 22 de Junho de 1949
Local de Nascimento: Summit, New Jersey, EUA
Profissão: Atriz
Marido: Don Gummer (escultor)
Filhos: Henry, Mamie, Grace e Louisa
Ídolo: Paul McCartney
Religião: Não tem. Apenas acredita em Deus.
Formação Acadêmica: Artes Dramáticas na Universidade de Yale

Filmografia:
2014 – Caminhos da Floresta
2014 – O Doador de Memórias
2013 – Álbum de Família
2012 – Radioman
2012 – Um Divã para Dois
2011 – A Dama de Ferro
2009 – Julie & Julia
2009 – O Fantástico Sr. Raposo
2009 – Simplesmente Complicado
2008 – Dúvida
2008 – Mamma Mia! – O Filme
2007 – Ao Entardecer
2007 – Leões e Cordeiros
2007 – O Suspeito
2006 – A Última Noite
2006 – Dark Matter
2006 – O Diabo Veste Prada
2005 – Lucas, um Intruso no
Formigueiro
2005 – Terapia do Amor
2004 – Desventuras em Série
2004 – Sob o Domínio do Mal
2003 – Angels in America
2003 – Ligado em Você
2002 – Adaptação
2001 – A.I. – Inteligência Artificial
2001 – As Horas
1999 – Música do Coração
1998 – A Dança das Paixões
1998 – Um Amor Verdadeiro
1997 – Pela Vida do Meu Filho
1996 – Antes e Depois
1996 – As Filhas de Marvin
1995 – As Pontes de Madison
1994 – Os Simpsons – Temporada 6
1994 – O Rio Selvagem
1993 – A Casa dos Espíritos
1992 – A Morte lhe Cai Bem
1991 – Um Visto Para o Céu
1990 – Lembranças de Hollywood
1989 – Ela é o Diabo
1988 – Um Grito no Escuro
1987 – Ironweed
1986 – A Difícil Arte de Amar
1985 – Entre Dois Amores
1985 – Plenty – O Mundo de Uma
Mulher
1984 – Amor à Primeira Vista
1983 – Silkwood – O Retrato de
Uma Coragem
1982 – A Escolha de Sofia
1982 – Na Calada da Noite
1981 – A Mulher do Tenente
Francês
1979 – A Vida Íntima de um Político
1979 – Manhattan
1978 – Kramer vs. Kramer
1978 – O Franco Atirador
1977 – Julia
1977 – Temporada Mortal
Teatro:
2006 – Mother Courage and Her
Children
2001 – The Seagull
1980 – Alice at the Palace
1979 – Taken in Marriage
1978 – The Taming of the Shrew
1978 – Alice at the Palace
1977 – The Cherry Orchard
1977 – Happy End
1976 – Measure for Measure
1976 – Henry V
1976 – Secret Service
1976 – A Memory of Two Mondays
1976 – Wagons Full of Cotton
1975 – Trelawny of the Wells
Prêmios:

Não basta ser apenas uma boa atriz. Tem que ser a atriz recordista mundial nas principais premiações do cinema! Em toda sua carreira, Meryl venceu 3 Oscars, mas o número de indicações é impressionante! Recebeu até hoje DEZENOVE indicações, contando com sua indicação de Melhor Atriz Coadjuvante este ano pelo trabalho em Caminhos da Floresta, musical da Disney baseado no famoso espetáculo da Broadway, ultrapassando recordes de divas como Katherine Hepburn (12 indicações) e Bette Davis (10 indicações). Além dos Oscars, Meryl ganhou o Globo de Ouro 8 vezes, Bafta e Emmy 2 vezes cada um.

Camaleônica:

Famosa por se camuflar de acordo com o personagem que está interpretando, Meryl despe-se de toda sua vaidade, alterando drasticamente sua imagem para entrar a fundo no universo da história. Em alguns dos filmes, fica difícil acreditar e identificar a atriz, tamanha é a mudança.

Em cima: Silkwood - O Retrato de Uma Coragem (1983), A Dama de Ferro (2011), O Doador de Memórias (2014), Desventuras em Série (2004), Mamma Mia (2008), A Escolha de Sofia (1982). Em baixo: Um Grito no Escuro (1988), O Diabo Veste Prada (2006), Álbum de Família (2013), Angels in America (2003), Julie e Julia (2009), Caminhos da Floresta (2015)
Em cima: Silkwood – O Retrato de Uma Coragem (1983), A Dama de Ferro (2011), O Doador de Memórias (2014), Desventuras em Série (2004), Mamma Mia (2008), A Escolha de Sofia (1982). Em baixo: Um Grito no Escuro (1988), O Diabo Veste Prada (2006), Álbum de Família (2013), Angels in America (2003), Julie e Julia (2009), Caminhos da Floresta (2015)
Curiosidades:

– Antes de iniciar sua carreira como atriz, Meryl trabalhava como garçonete em uma lanchonete em New Jérsey.

– Sua estrela na Calçada da Fama está localizada no número 7020 da Hollywood Boulevard.

– Foi escalada para viver Evita na adaptação cinematográfica do musical de Andrew Lloyd Webber, sendo substituída por Madonna após a cantora enviar uma carta ao compositor mostrando interesse. Mais tarde, ficou com o papel de Música do Coração, substituindo Madonna.

– Em 1976, perdeu o papel principal do remake de King Kong para Jessica Lange, por ser considerada feia pelo produtor.

– As primeiras opções para protagonizar Thelma e Louise eram Meryl  e sua amiga Goldie Hawn. Porém, Meryl ficou grávida semanas antes das gravações e os produtores substituíram as duas por Susan Sarandon e Geena Davis.

– Rainha dos sotaques, Meryl tem uma incrível capacidade de mimetizar vários deles. Polonês, dinamarquês, britânico, irlandês e italiano são alguns deles.

Como não amar?

Meryl é conhecida por sua humildade e simpatia com fãs, fotógrafos e jornalistas. Provavelmente por esses motivos, a atriz não é perseguida pelos paparazzis e consegue manter sua vida pessoal muito longe das câmeras. Porém, apesar das situações embaraçosas ao vivo nos programas, não perde a graça e bom humor em nenhum momento, como mostra o vídeo abaixo, em uma passagem da atriz pelo programa da apresentadora Ellen DeGeneres:

Não há mais nada que precise ser falado ou mostrado para provar o mito que é Meryl Streep. Ela simplesmente é. Canta, dança, atua e sobretudo hipnotiza o espectador em qualquer uma de suas performances. Dê qualquer – eu digo QUALQUER – papel à Meryl e ela o fará digno de uma indicação ao Oscar. Como havia dito no início, ela é de longe minha atriz favorita, me dando a certeza de que qualquer um de seus trabalhos vai ser um sucesso. Ou pelo menos já vai valer o ingresso!
Até sexta que vem pessoal!

 

ja_te_falei_indicações_cinema
estrelas_cine5 BIRDMAN (ou A INESPERADA VIRTUDE DA IGNORÂNCIA)  |  Direção: Alejandro González Iñárritu – Com Michael Keaton, Edward Norton, Emma Stone, Naomi Watts e Zack Galifianakis  – A maior aposta para vencer o prêmio de Melhor Filme faz jus à sua indicação. Aqui, os atores estão em um de seus melhores trabalhos, com uma trama muito bem amarrada que satiriza a ascensão e queda da fama. O destaque, obviamente é Michael Keaton, que não poderia ter escolhi melhor trabalho para voltar à ativa.

estrelas_cine2 A MULHER DE PRETO 2 – O ANJO DA MORTE  |  Direção: Tom Harper – Com Phoebe Fox, Helen McCrory, Jeremy Irvine, Oaklee Pendergast e Amelia Pidgeon  – Sem Daniel Radcliffe, o segundo capítulo do fantasmagórico Mulher de Preto deixa a desejar nos grandes momentos, oferecendo susto barato. A trama poderia ser melhor aproveitada já que é mais interessante que a do primeiro filme.

ja_te_falei_estreias_cinema

  • O Jogo da Imitação
  • Bob Esponja: Um Herói Fora D´Água
  • Selma
  • O Destino de Júpter
  • Corações de Ferro
  • Dois Dias, Uma Noite
Anúncios

FILMES MUSICAIS: A ACEITAÇÃO DO GÊNERO NAS SALAS DE CINEMA

O gênero musical no cinema carrega opiniões diversas nos cinéfilos. Não existe meio termo, ou você ama, ou odeia. Ou é oito, ou oitenta. Nos EUA, o gênero é mais aceito, simplesmente pela indústria teatral-musical enorme que o país sustenta, lotando os teatros da famosa Broadway e arrecadando uma grana absurda com produções majestosas de encher os olhos em todos os aspectos.

O gênero teve uma fase negra, entre os anos 80 e 90, mas a virada do século trouxe novos ventos e o mercado para esses filmes cresceu muito. Essa nova ascensão deu-se pelos muitos Oscars que Moulin Rouge e Chicago levaram em 2001 e 2002 respectivamente. O público passou a ver melhor e aceitar mais esse tipo de filme nos cinemas. Desde então, filmes como Rent – Os Boêmios, O Fantasma da Ópera, Across the Universe e Mamma Mia ganharam mais espaço nas salas de cinema e no gosto popular.

Ao centro, Catherine Zeta-Jones lidera o elenco de "Chicago". A atriz ganhou o Oscar de Melhor Atriz por sua performance na produção, que também conta com Reneé Zellwegger, Richard Gere e Queen Latifah.
Ao centro, Catherine Zeta-Jones lidera o elenco de “Chicago”. A atriz ganhou o Oscar de Melhor Atriz por sua performance na produção, que também conta com Reneé Zellwegger, Richard Gere e Queen Latifah.

No ano retrasado, OS MISERÁVEIS – adaptação cinematográfica do famoso musical do West End Londrino, que arrebatou milhões nas bilheterias norte-americanas e que, surpresamente, não fez feio no Brasil – levou 3 estatuetas do Oscar para casa. A velha história do prisioneiro Jean Valjean já foi adaptada diversas vezes para a televisão, teatro e cinema, mas nenhuma delas tão sofisticada quanto à essa versão musical. Acontece que a história já é um dramalhão daqueles bons e pesados, do público sofrer junto. Juntando isso às músicas MAIS-DO-QUE incríveis e belas, o resultado do “Cho-rô-rô” é garantido! Também, não há possibilidade de fracassar com o elenco imbatível contratado para a produção: Hugh Jackman, Anne Hathaway, Russel Crowe, Amanda Seyfried, Helena Bonham Carter, Sacha Baron Cohen e Eddie Redmayne! (Ainda acha que dá para fracassar?)

Além do mais, o produtor Cameron Mackintosh, também produtor do espetáculo, revelou recentemente que as indústrias teatrais e cinematográficas se ajudam com uma mesma obra. O espetáculo “Les Miserables” teve um aumento significativo na venda de ingressos depois do lançamento do filme, que só foi realizado devido ao grande sucesso do musical. Recentemente, esse mesmo caso foi marcado com “Rock of Ages” após a estreia da adaptação.

Mais um Oscar de Melhor Atriz em uma produção musical: Anne Hathaway levou a estatueta por sua tocante interpretação em "Os Miseráveis".
Mais um Oscar de Melhor Atriz em uma produção musical: Anne Hathaway levou a estatueta por sua tocante interpretação em “Os Miseráveis”.

No Brasil, o musical já foi exibido no Teatro Abril de 2001 a 2002 e também foi um marco na ascensão do Teatro Musical no país. Desde então, as produtoras focaram totalmente seus projetos em musicais, trazendo sucessos como “A Bela e a Fera”, “A Noviça Rebelde”, “O Fantasma da Ópera”, “A Família Addams” e outros.

Este ano é a vez  de CAMINHOS DA FLORESTA dominar os cinemas. A produção – que estreou ontem, dia 29 nos cinemas brasileiros – é baseada no musical da Broadway Into the Woods, produzida pela Walt Disney Pictures, dirigida por Rob Marshall (de Chicago e Nine) e conta com um elenco de grandes nomes do cinema como Meryl Streep, Emily Blunt, Anna Kendrick, Chris Pine e Johnny Depp. Sua imponente trilha sonora é composta por ninguém menos que Stephen Sondheim, compositor consagrado na Broadway (e responsável pelos sucessos Sweeney Todd, Gypsy, Follies, entre outros).

Meryl Streep, soberba como sempre, garante uma vaga nas indicações de Melhor Atriz Coadjuvante no Oscar 2015. A bruxa, apesar de não ser a protagonista, é o papel mais interessante do longa.
Meryl Streep, soberba como sempre, garante uma vaga nas indicações de Melhor Atriz Coadjuvante no Oscar 2015. A bruxa, apesar de não ser a protagonista, é o papel mais interessante do longa.

Assisti o filme ontem na última sessão do dia e o que assisti foi um filme extremamente caprichado, com incríveis performances, direção de arte e efeitos impecáveis mas um tanto confuso na narrativa, deixando um pouco a desejar (pelo menos para mim, que estava com muita expectativa depois de assistir o impactante trailer da produção). Definitivamente não é um filme para crianças, foge um pouco dos padrões Disney, mas o legal do filme está aí: no ousado e no humor que parodia os clássicos da própria produtora. A surpresa da estreia foi que o filme não ocupou nem 10% das salas de cinema de São Paulo. Apesar da má impressão, o filme diverte ao longo de seus 125 minutos e algumas canções não sairão da sua cabeça por um momento após a exibição.

Com toda essa pompa em cima dos musicais, Hollywood já prometeu adaptação para as telas dos musicais “Wicked”, “Miss Saigon”, “The Last Five Years” e um remake de “Annie” (esses dois últimos vão estrear ainda este ano – confira os trailers abaixo), enquanto o Brasil já encaminhou para os palcos “Mudança de Hábito”, “Mary Poppins”, “Antes Tarde do que Nunca”, “A Pequena Sereia” e “Chaplin”. Isso são os musicais mostrando, definitivamente, que chegaram para ficar…

Trailer – The Last Five Years

Trailer – Annie

ja_te_falei_indicações_cinema

estrelas_cine3 CAMINHOS DA FLORESTA  |  Direção: Rob Marshall – Com Meryl Streep, Anna Kendrick, James Corden, Emily Blunt, Chris Pine e Johnny Depp  – O novo filme musical da Disney tem um trailer tão surpreendente e impactante, que entrega quase todos os melhores momentos e o filme não alcança a excelência. Claro que a música belíssima de Sondheim e as performances marcantes do elenco já vale por si só…alias, tem a Meryl…ah, a Meryl!

estrelas_cine3 LIVRE  |  Direção: Jean Marc-Vallé – Com Reese Witherspoon, Laura Dern, Gaby Hoffman e Keene McRae  – Reese concorre ao Oscar de Melhor Atriz por este trabalho e faz a indicação valer pelo filme todo. Além dela, Laura Dern entrega uma brilhante performance que a indicou ao Oscar de Melhor Atriz Coadjuvante. Ou seja, é muito talento reunido no mesmo filme. 

  ACIMA DAS NUVENS |  Direção: Olivier Assayas. Com Juliette Binocche, Kristen Stewart e Chloe Grace-Moritz  – A densa e comovente história de uma grande atriz e seus conflitos são contadas brilhantemente na pele dessas três atrizes talentosa e tão unificadas em nível de performance. A narrativa é mais devagar. Aqui, o foco são as grandes performances, que muito me admiram terem ficado fora do Oscar.

ja_te_falei_estreias_cinema

  • Caminhos da Floresta
  • Birdman
  • A Mulher de Preto 2
  • A Teoria de Tudo
  • Grandes Olhos
  • A Entrevista
  • Cássia Eller

OSCAR 2015: OS INDICADOS

O início de todo  ano sempre é marcado pelas principais premiações do cinema. O Globo do Ouro, que sempre acontece em Janeiro, aconteceu na semana passada. Fevereiro é a vez do Oscar, o maior e mais cobiçado prêmio do cinema mundial. Ontem pela manhã, a Academia de Artes Cinematográficas de Los Angeles divulgou a lista de indicados à premiação. Dos filmes com maior número de indicações, Birdman e O Grande Hotel Budapeste lideram juntos com 9 indicações cada. O Jogo da Imitação vem atrás com 8 indicações e Boyhood – Da Infância à Juventude, com 6. Confira a lista com todos os indicados:

Melhor Filme

A Teoria de Tudo

Birdman

Boyhood – Da Infância à Juventude

O Grande Hotel Budapeste

O Jogo da Imitação

Selma

Sniper Americano

Whiplash: Em Busca da Perfeição

Melhor Ator

Benedict Cumberbatch, por O Jogo da Imitação
benedict_cumberbatch_jogo_imitação
Bradley Cooper, por Sniper Americano
bradley_cooper_sniper_americano
Eddie Redmayne, por A Teoria de Tudo
eddie_redmayne_teoria_tudo
Michael Keaton, por Birdman
michael_keaton_birdman
Steve Carell, por Foxcatcher – Uma História Que Chocou o Mundo
steve_carell_foxcatcher

Melhor Atriz

Felicity Jones, por A Teoria de Tudo
felicity_jones_teoria_tudo
Julianne Moore, por Para Sempre Alice
julianne_moore_alice
Marion Cotillard, por Dois Dias, Uma Noite
marion_cottilard_dois_dias
Reese Witherspoon, por Livre
reese_whiterspoon_livre
Rosamund Pike, por Garota Exemplar
rosamund_pike_garota_exemplar

Melhor Ator Coadjuvante

Edward Norton, por Birdman
edward_norton_foxcatcher
Ethan Hawke, por Boyhood – Da Infância à Juventude
ethan_hawke_boyhood
J.K. Simmons, por Whiplash: Em Busca da Perfeição
jk_simmons_whiplash
Mark Ruffalo, por Foxcatcher – Uma História Que Chocou o Mundo
mark_ruffalo_foxcatcher
Robert Duvall, por O Juiz
robert_duvall_juiz

Melhor Atriz Coadjuvante

Emma Stone, por Birdman
emma_stone_birdman
Keira Knightley, por O Jogo da Imitação
keira_knightley_jogo_imitação
Laura Dern, por Livre
laura_dern_livre
Meryl Streep, por Caminhos da Floresta
meryl_streep_caminhos_da_floresta
Patricia Arquette, por Boyhood – Da Infância à Juventude
patricia_arquette_boyhood

Melhor Diretor

Alejandro González Iñárritu, por Birdman
Bennett Miller, por Foxcatcher – Uma História Que Chocou o Mundo
Morten Tyldum, por O Jogo da Imitação
Richard Linklater, por Boyhood – Da Infância à Juventude
Wes Anderson, por O Grande Hotel Budapeste

Melhor Roteiro Original

Birdman – Armando Bo, Alexander Dinelaris, Nicolas Giabone e Alejandro González Iñárritu
Boyhood – Da Infância à JuventudeRichard Linklater
Foxcatcher – Uma História Que Chocou o MundoDan Futterman e E. Max Frye
O Abutre – Dan Gilroy
O Grande Hotel Budapeste Wes Anderson

Melhor Roteiro Adaptado

A Teoria de Tudo – Anthony McCarten
O Jogo da Imitação
Graham Moore
Sniper AmericanoJason Hall
Vício InerentePaul Thomas Anderson
Whiplash: Em Busca da Perfeição – Damien Chazelle

Melhor Longa de Animação

Como Treinar o Seu Dragão 2
O Conto da Princesa Kaguya
Operação Big Hero

Os Boxtrolls
Song of the Sea

Melhor Filme Estrangeiro

Ida (Polônia)
Leviatã (Rússia)
Relatos Selvagens (Argentina)
Tangerines (Estônia)
Timbuktu (Mauritânia)

Melhor Fotografia

Birdman Emmanuel Lubezki
Ida – Ryszard Lenczewski e Lukasz Zal
Invencível – Roger Deakins
O Grande Hotel Budapeste – Robert Yeoman
Sr. Turner – Dick Pope

Melhores Efeitos Visuais

Capitão América: O Soldado Invernal
Guardiões da Galáxia
Interestelar
Planeta dos Macacos: O Confronto
X-Men: Dias de um Futuro Esquecido

Melhor Direção de Arte

Caminhos da Floresta
Interestelar
O Grande Hotel Budapeste
O Jogo da Imitação
Sr. Turner

Melhor Figurino

Caminhos da Floresta
Malévola
O Grande Hotel Budapeste
Sr. Turner
Vício Inerente

Melhor Maquiagem

Foxcatcher – Uma História Que Chocou o Mundo
Guardiões da Galáxia
O Grande Hotel Budapeste

Melhor Trilha Sonora Original

A Teoria de TudoJohann Johannsson
InterestelarHans Zimmer
O Grande Hotel BudapesteAlexandre Desplat
O Jogo da ImitaçãoAlexandre Desplat
Sr. TurnerGary Yershon

Melhor Canção Original

Além das Luzes“Grateful”
Glen Campbell: I’ll Be Me –  “I’m Not Gonna Miss You”
Mesmo Se Nada Der Certo“Lost Stars”
Selma“Glory”
Uma Aventura LEGO“Everything is Awesome”

Melhor Edição de Som

Birdman
Interestelar
Invencível
O Hobbit: A Batalha dos Cinco Exércitos
Sniper Americano

Melhor Mixagem de Som

Birdman
Interestelar
Invencível
Sniper Americano
Whiplash: Em Busca da Perfeição

Melhor Documentário

Citizenfour
A Fotografia Oculta de Vivian Maier
Last Days in Vietnam
O Sal da Terra
Virunga

Melhor Curta-Metragem Documentário

Crisis Hotline: Veterans Press 1
Joanna
Our Curse
The Reaper
White Earth

Melhor Curta-Metragem

Aya
Boogaloo and Graham
Butter Lamp (La Lampe Au Beurre De Yak)
Parvaneh
The Phone Call

Melhor Curta de Animação

A Single Life
Me and My Moulton
O Banquete
The Bigger Picture
The Dam Keeper

Façam suas apostas! Eu tenho as minhas. Maaaaaas como ainda não vi todos os filmes das principais indicações, vou iniciar a maratona ainda essa semana! Até sexta que vem, pessoal!

ja_te_falei_estreias_cinema

  • Invencível
  • Os Pinguins de Madagascar
  • Depois da Chuva
  • Livre
  • Antes de Dormir
  • Leviatã
  • O Segredo das Águas
  • Nostalgia da Luz