Thiago Marta de Oliveira

Sinal das redes 4G no Brasil ainda não apresentam bom desempenho

Thiago Marta de OliveiraApesar dos esforços das empresas de telefonia móvel, as redes 4G ainda possuem sinal bastante fraco em nosso país.

Uma empresa da Inglaterra, a OpenSignal, realizou uma pesquisa sobre o funcionamento da Rede 4G no Brasil. O resultado é ruim: essa tecnologia de transmissão de dados não tem um funcionamento a contento em nosso país.

O estudo da empresa, que é atuante no ramo de telecomunicações, fez a medição da proporção máxima de tempo em que as pessoas obtém um sinal de 4G em seus aparelhos. O percentual de todas as operadoras não passou de 50% do tempo total.

A Claro teve o melhor resultado, com 49,88%. Na sequência apareceram a Vivo com 49,34%, TIM com 48,69% e a Oi com 41,69%. Essa pesquisa também teve como base como é o desempenho das redes das operadoras quando o usuário se encontra em um local fechado ou em movimento.

“Esse estudo nos mostra um panorama nada agradável para a telecomunicação do Brasil. Faltando menos de um ano para as Olimpíadas do Rio de Janeiro e, com a vinda de turistas de todos os lugares, a infraestrutura da capital carioca em várias áreas será colocada em cheque. Um dos pontos que serão avaliados é justamente a telecomunicação”, comenta Tatiane Barros, editora do site www.celularonline.org, portal que tem notícias diárias sobre lançamentos de celulares e do mercado de telefonia móvel.

Em outros países, ainda com dados da OpenSignal, os usuários têm o dobro de tempo de sinal 4G se compararmos aos brasileiros. Na Coreia do Sul, o acesso à rede fica em 95%, sendo que os coreanos fazem uso da mesma tecnologia do Brasil. Depois aparece o Japão com 86%, os Estados Unidos com 74% e o México com 64%.

A empresa também analisou a rede 3G e o resultado não é nada animador. Em 16% do tempo total, nem essa conexão fica disponível para o uso dos brasileiros.

Todas as operadoras que foram avaliadas pela OpenSignal apontaram que há um grande investimento para melhoras na rede 3G e, principalmente, na 4G.

Por: Thiago Marta de Oliveira

Anúncios

Comente este Post

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s