A BRUXA DE BLAIR E O FENÔMENO “FOUND-FOOTAGE”

Em uma era onde filmes de terror se resumiam a esfaquear adolescentes, um mito foi criado. Sabe aquele filme simples da floresta que todo mundo comentava e dizia ser “de verdade”, que aterrorizava e arrepiava a espinha inteira de tão perturbador? Então…

“Em outubro de 1994, três estudantes desapareceram em uma floresta perto de Burkittsville, enquanto filmavam um documentário… Um ano depois, as imagens foram encontradas.”

A Bruxa de Blair chegou chegando com uma forte campanha de divulgação, mas em poucas salas de cinema. O boca-a-boca e ações de publicidade na internet fizeram as exibições aumentarem de 27 salas de cinemas para 800 apenas nos EUA.

cartaz_a_bruxa_de_blairA idéia era bem simples: Os diretores Eduardo Sanchéz e Daniel Myrick se jogaram floresta adentro com três atores desconhecidos, duas câmeras amadoras e sem nenhum roteiro. Abandonaram os atores na mata por 8 dias sem comer direito e provocaram situações reais de medo, afim de os fazer captar o medo real.

O filme ficou dividido nas opiniões. Uns idolatram e outros odeiam. Mas então qual é o segredo do sucesso? Bom, vamos lá: A campanha de marketing era perfeita. Cartazes com fotos dos atores e um escrito “desaparecidos” em cima foram espalhados pelos EUA seis meses antes do lançamento para começar a divulgação e imersão do público na farsa perfeita.

desaparecidos_bruxa_de_blair

Na época, a internet estava em avanço constante e a produção se encarregou de encher a rede com esses cartazes de desaparecidos e lançando pequenos vídeos (que hoje chamamos de teaser) e criou um site oficial da produção, com a suposta lenda da Bruxa de Blair. Nascia então a famosa CAMPANHA VIRAL, tão utilizada nos dias de hoje. Além disso fez parcerias comnoticiario_a_bruxa_de_blaircanais de televisão que divulgaram em seus telejornais e programas o desaparecimento desses jovens, afim de dar mais realidade ainda à obra. Tudo isso fez com que o público acreditasse na lenda e no filme. Eu, particularmente, criei um terror tão grande em minha mente que até hoje, mesmo sabendo que o filme é uma farsa, me tremo inteiro de medo do filme. A mentira foi finalmente revelada para o grande público quando os atores começaram a aparecer em outros filmes e seriados. Então, o público pergunta: por onde andam os atores do filme:

HEATHER DONAHUE | Após A Bruxa de Blair, Heather não emplacou nenhum sucesso. Participou da comédia romântica Amor ou Amizade, do seriado Taken e outros filmes menos famosos. Seu último trabalho no cinema foi o terror Cadáveres 2.

heather_donahue_bruxa_blair_hoje

JOSHUA LEONARD | Joshua foi o que mais se destacou. Participou de vários episódios de CSI, Criminal Minds e Numb3rs, além de atuar nos filmes Se eu Ficar, 9 Minutos, Terror na Agua, A Morte Convida para Dançar e Morte, Morte e Vida de Bobby Z, entre outros. Atualmente ele participa de alguns episódios da série Bates Motel.

joshua_leonard_bruxa_blair_hoje

MICHAEL C. WILLIAMS | Michael ainda tenta seguir carreira, mas assim como Heather, não ganhou destaque em nenhum deles. O maior sucesso de sua carreira depois de A Bruxa de Blair foi o seriado Law and Order: Special Victims Unit.

michael_c_williams_bruxa_blair_hoje

O segredo está aí. Eduardo Sanchéz e Daniel Myrick conseguiram criar um mito, inventaram a campanha viral e trouxeram milhões de pessoas para as salas de cinema para ver um filme da qual ninguém sabia do que se tratava. Hoje, dezesseis anos após o lançamento, o longa ainda aterroriza as pessoas e há quem ainda acredite que a lenda e as imagens são reais.

O sucesso do filme foi tamanho, que a indústria do cinema mundial já logo tratou de firmar A Bruxa de Blair como um novo formato de fazer filmes: o formato FOUND-FOOTAGE (filmagens encontras, em tradução literal) e começou a produzir diversos derivados com a mesma idéia: câmera na mão dos atores, situações reais, diálogos improvisados e criatividade a mil. Alguns deles: A Casa Silenciosa, Rec, Chernobyl e o mais rentável Atividade Paranormal (e suas 5 sequências), que transformou a sua protagonista Katie Featherston na nova Heather Donahue. Mas o estilo de filmagem não ficou apenas no terror. Foi para a ficção científica (Cloverfield – O Monstro, Apollo 18 e Projeto Dinossauro) e também para a comédia (Projeto X).

Cartazes dos derivados mais famosos. O estilo "câmera na mão" para criar a realidade necessária predomina nessas produções.
Cartazes dos derivados mais famosos. O estilo “câmera na mão” para criar a realidade necessária predomina nessas produções.

Um desses descendentes foi produzido no Brasil. Desaparecidos conta a história de jovens que desaparecem na mata de Ilhabela após uma festa. No entanto, o filme é fraco e não convence. Sou muito a favor de desenvolverem filmes de suspense e terror no Brasil, mas com este eles não conseguiram.

Trailer A BRUXA DE BLAIR:

Hoje, sexta-feira dia 17 de Abril de 2015, o cinema Caixa Belas Artes, em São Paulo, irá exibir A Bruxa de Blair, O Sexto Sentido e Poltergeist no NOITÃO – FRIO NA ESPINHA. Trata-se de um projeto antigo do estabelecimento que uma vez por mês enche a madrugada de sexta-feira com uma programação temática. O diferencial deste NOITÃO de hoje é a parceria do cinema Caixa Belas Artes com o IMERSIVOS, responsáveis por criar a experiência de imersão no filme. O evento promete bons sustos e E a equipe do Já te Falei vai conferir! Depois a gente conta como foi!
Até sexta que vem pessoal!


ja_te_falei_indicações_cinema

  VELOZES E FURIOSOS 7
|  Direção: James Wan – Com Vin Diesel, Paul Walker, Michelle Rodriguez, Jordana Brewster, Dwayne Johnson, Tyrese Gibson e Jason Statham  –
O último filme de Paul Walker é também o melhor da franquia. Explosivo e eletrizante, Velozes e Furiosos te deixa sem fôlego do início ao fim, mas peca no excesso de cenas absurdas e seu 3D não funciona, deixando o espectador tonto. O final é emocionante, com uma incrível homenagem à Paul Walker.

  CINDERELA |  Direção: Kenneth Branagh – Com Lily James, Cate Blanchett, Richard Madden, Helena Bonham Carter e Stellan Skarsgard  – Indicado para todas as idades, a versão live action de Cinderela resgata o que tem de melhor no clássico desenho da Disney e dá uma repaginada em algumas situações. Produção caprichada, elenco talentoso, mas que peca com uma Cinderela sem a aparência ideal de uma princesa Disney.

ja_te_falei_estreias_cinema

  • Chappie
  • Não Olhe Para Trás
  • Casa Grande
  • As Maravilhas
  • Frank
  • O Diário da Esperança
  • O Dançarino do Deserto

Comente este Post

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s