“MUDANÇA DE HÁBITO” E O CAMINHO INVERSO DAS ADAPTAÇÕES

É muito comum adaptar livros e peças de teatro para o cinema. A prática é realizada desde sempre, mas foram poucas as vezes que as adaptações fizeram o caminho contrário. Isso acontece, obviamente, quando o filme em questão torna-se um sucesso grandioso, com momentos marcantes e grande possibilidade de ser realizado com êxito no palco. É o caso de Mudança de Hábito, filme estrelado por Whoopi Goldberg em 1991 que ganhou uma versão para os palcos da Broadway em 2009 e que este ano chega ao Brasil. Aliás, estreou ontem – e o te Falei já assistiu!

Para quem não é familiarizado com este clássico da Sessão da Tarde, Mudança de Hábito conta a história de Deloris Van Cartier, uma cantora da noite refugiada em um clássico convento tradicional e conservador após presenciar um assassinato. Lá ela desrespeita regras e altera a ordem do local, até que acaba à frente do coro, transformando as freiras em estrelas. O filme rapidamente tornou-se um sucesso e rendeu um segundo capítulo, Mudança de Hábito 2: Mais Loucuras no Convento, que conta com a participação da ainda jovem Lauryn Hill.

Cena do filme "Mudança de Hábito": Irmã Mary Clarence à frente do entusiasmado coro de freiras.
Cena do filme “Mudança de Hábito”: Irmã Mary Clarence à frente do entusiasmado coro de freiras. Foto: Buena Vista Home Vídeo (divulgação).

.
Glamour, sofisticação, boas interpretações, cenários grandiosos, paetês – MUITO paetê – e grandes momentos de humor marcam a superprodução. Na versão brasileira do musical, Karin Hils é a nossa Whoopi. A cantora e atriz fez muito sucesso com o finado grupo Rouge, passou por grandes produções da Broadway em papeis secundários, ganhou destaque na televisão e agora arrebata a plateia em seu primeiro papel protagonista, apresentando um desempenho absurdamente talentoso em cena, impressionando com as notas tão difíceis e dominando o tom exato da comédia. As outras três carismáticas freiras são interpretadas pelas ótimas Andrezza Massei e Daniela Cury (já conhecida do público de teatro musical) e Ana Luiza Ferreira (estreando nos palcos teatrais), enquanto a Madre Superiora é vivida por Adriana Quadros. Completam ainda o elenco grandes nomes da cena musical nacional: Fred Silveira, Rodrigo Miallaret, Daniela Cury, Thiago Machado, Tiago Barbosa, César Mello, Beto Sargentelli, Andréia Vitfer, entre outros.

Mudança de Hábito: Daniela Cury, Ana Luiza Ferreira, Andrezza Massei e Karin Hills são responsáveis por alguns dos momentos mais hilários e impressionantes do espetáculo.
Mudança de Hábito: Daniela Cury, Ana Luiza Ferreira, Andrezza Massei e Karin Hills são responsáveis por alguns dos momentos mais hilários e impressionantes do espetáculo.

A trilha sonora não é a mesma do filme. A produção explica que as músicas do filme já tinham o direito reservado para um outro projeto – Motown – e por isso a obra sofreu algumas alterações. A primeira delas é a época, que no filme a ação acontecia no próprio ano de lançamento e em São Francisco. Para o teatro, a ação foi transportada para a Filadélfia dos anos 70, era de ouro do Soul. É ai que entra a equipe criativa: O novo texto de Cheri e Bill Steinkellner e as novas (e incríveis) músicas de Alan Menken e Glen Slater foram versionados para o português por Bianca Tadini e Luciano Andrey, sob a direção musical da experiente Vania Pajares (que também esta a frente da orquestra), enquanto a direção de Jerry Zacks é mantida sob a supervisão de Fernanda Chamma.

Duas semanas antes da estréia, Karis Hils foi à Nova Iorque encontrar com Whoopi.
Karis Hils foi à Nova Iorque encontrar com Whoopi.

Para a realização do espetáculo no país, foram desembolsados R$ 30 milhões, com patrocínio da Bradesco Seguros e apoio do Ministério da Cultura. A produção é da Time 4 Fun em parceria com Whoopi Goldberg e Stage Entertainment. Aliás, a própria Whoopi deu sua bênção à produção brasileira e a escolha de Karin para o papel principal.

Antes de encerrarmos nossa matéria, vale lembrar outro grande sucesso do cinema que ganhou versão para os palcos: Legalmente Loira! O filme de 2001 ejetou Reese Whiterspoon direto ao estrelato e foi um sucesso de bilheteria. Mais rápido que Mudança de Hábito, o filme demorou 6 anos para ser adaptado para os palcos, em 2007 e permaneceu em cartaz na Broadway por dois anos, protagonizado por Laura Bell Bundy. Logo após o sucesso entrondoso, a produção começou a viajar pelo mundo e hoje soma um público de mais de 9 milhões de pessoas em 12 países. Dizem as boas línguas que a produção brasileira já está encaminhada pela Time For Fun. Será? Vale a pena esperar para ver!

Laura Belle Bundy à frente do elenco de "Legalmente Loira - O Musical".
Laura Bell Bundy à frente do elenco de “Legalmente Loira – O Musical”.

.
A Walt Disney também comparece na lista dos filmes adaptados para os palcos. Apesar de suas animações já serem adaptações de contos literários, o que se vê no palco é uma adaptação do conceito criado no filme, uma reprodução exata com soluções teatrais incríveis dos próprios desenhos. No Brasil, já tivemos A Bela e a Fera e O Rei Leão, ambos exibidos no Teatro Renault. As mesmas boas línguas que afirmam a produção de Legalmente Loira entrega o boato de que Mary Poppins também está nesta lista. Enquanto não temos confirmações, vamos nos divertir com Mudança de Hábito. Diversão do início ao fim! O te Falei indica. E muito!

Serviço:
MUDANÇA DE HÁBITOA Divina Comédia Musical da Broadway
Quando: Quintas e Sextas às 21hs | Sábados às 17hs e 21hs | Domingos às 16hs e 20hs – por tempo indeterminado.
Onde: Teatro Renault – Av. Brigadeiro Luis Antônio, 411 – Bela Vista
Vendas: http://www.ticketsforfun.com.br
Maiores Informações: Site Oficial

 Foto de capa do post: Marcos Hermes

ja_te_falei_indicações_cinema

  BABADOOK |  Direção: Jennifer Kent – Com Essie Davis, Noah Wiseman, Daniel Henshall e Tim Purcell   – Assustador de uma maneira completamente diferente. Estranho, sombrio, trama amarrada, este terror australiano só peca pelo ritmo devagar. Mas promete deixar qualquer um sem dormir algumas noite. De arrepiar

estrelas_cine3 BOB ESPONJA: UM HERÓI FORA D´ÁGUA  |  Direção: Paul Tibbitt – Com Antonio Banderas e as vozes de Wendell Bezerra e Victor Meyniel  – O novo filme do Bob Esponja aposta em piadas adultas, momentos nonseses e muita trapalhada. Destaque para a versão “live action” dos personagens. Ficaram mais lindos e o efeito é incrível.

ja_te_falei_estreias_cinema

  • Kigsman – Serviços Secreto
  • Simplesmente Acontece
  • Renascida do Inferno
  • Força Maior
  • 118 Dias
  • Sabotage
Anúncios

Uma consideração sobre ““MUDANÇA DE HÁBITO” E O CAMINHO INVERSO DAS ADAPTAÇÕES”

Comente este Post

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s