TROCA DE PAPÉIS: 20 ATORES QUE RECUSARAM ICÔNICOS PAPÉIS DO CINEMA

Você pensa que arranjar trabalho em Hollywood é fácil? Que ser um ator consagrado te dá a certeza de bons papéis sempre? Está enganado. Nosso post de hoje fala exatamente sobre isso.

A escalação de elenco em Hollywood pode ser bem cruel, comparada inclusive à batalhas épicas. Demissões, declinações ou troca de atores são bem comuns nas produções. Durante as negociações de cachês e condições de trabalho, muita coisa pode acontecer. Porém, do mesmo jeito que substituições acontecem, desistências também. Muitos famosos declinaram convites para papéis icônicos do cinema e provavelmente se arrependeram – e muito – depois de ver as produções deslancharem no sucesso.

Confira abaixo 20 casos famosos de troca/recusa de papéis:

SEAN CONNERY
negou o mago Galdalf de O Senhor dos Anéis por achar a história muito confusa. Mesmo com um cachê milionário que incluía 15% da bilheteria, o ator recusou e o papel acabou ficando com Ian McKellen. No fim das contas, o cachê total daria mais de US$ 500 milhões!

MATT DAMON
negou protagonizar o épico Avatar de James Cameron, pelos conflitos de agenda com A Identidade Bourne. Então, o próprio ator sugeriu o amigo Sam Worthington, que acabou ficando com o papel. Porém, antes de fechar com Sam, Jake Gyllenhaal também recebeu uma proposta e preferiu estrelar O Príncipe da Pérsia. Matt Damon ainda recusou Harvey Dent em Batman – O Cavaleiro das Trevas por conflito de agenda, dando espaço para Aaron Eckhart.

WILL SMITH
negou Matrix, alegando que não havia entendido o roteiro do filme, sendo substituído por Keanu Reeves. Mais tarde, dispensou Django Livre porque achou que o personagem Django não era o verdadeiro protagonista. O papel acabou ficando com Jamie Foxx.

BRUCE WILLIS
negou protagonizar Ghost – Do Outro Lado da Vida com medo de o filme atrapalhar sua carreira. A produção tornou-se sucesso absoluto e consagrou Patrick Swayze e Demi Moore, que ate então não era sua esposa ainda.

GWYNETH PALTROW
negou o papel de Rose em Titanic, sem motivos esclarecidos. O papel ainda foi oferecido a Claire Danes – que também recusou, mas por conflito de agenda. Kate Winslet assumiu o papel faltando poucas semanas para o inicio das gravações.

JULIA ROBERTS
negou Um Sonho Possível, filme que rendeu à Sandra Bullock sou primeiro Oscar de Melhor Atriz.

AL PACINO
recusou Han Solo de Star Wars alegando que o filme seria uma grande bobagem. Harrison Ford tratou de agarrar a oportunidade e virou imediatamente uma estrela do cinema. Além de Star Wars, Pacino desdenhou Uma Linda Mulher – filme que elevou a carreira de Richard Gere – por achar o roteiro muito ruim.

JIM CARREY
negou – pasmem – Jack Sparrow em Piratas do Caribe. A idéia da Disney era contratar o maior comediante da atualidade, mas Jim negou por detestar sequências e o contrato, na época, previa três filmes. Johnny Depp acabou ficando com o papel.

ANGELINA JOLIE
negou Gravidade por não curtir a idéia. O diretor Alfonso Cuarón testou Scarlett Johansson, Olivia Wilde e Marion Cottilard. Insatisfeito, chamou Angelina mais uma vez, que recusou de novo. O papel acabou ficando com Sandra Bullock.

MEL GIBSON
negou o papel título de Gladiador, simplesmente por se achar velho demais para o papel, que consagrou Russel Crowe e o levou ao prêmio de Melhor Ator do Oscar. Antes antes, Gibson havia recusado outro papel título: O Exterminador do Futuro, pertencente à Arnold Schwazenegger.

BRAD PITT
não aceitou protagonizar A Identidade Bourne por preferir atuar em Jogo de Espiões, filme fracasso de público e crítica. A série Bourne tornou-se um sucesso imediato rendendo três filmes e uma consolidação na carreira de Matt Damon, que ficou com o papel.

ANNE HATHAWAY
negou protagonizar Ligeiramente Grávidos, dando lugar à Katherine Heighl. Anne assustou-se quando descobriu que a produção gostaria de usar imagens reais do corpo da atriz na cena do parto. Mais tarde, a atriz recusou O Lado Bom da Vida por conflitos com as gravações de Os Miseráveis. O papel foi para Jennifer Lawrence, que encantou o diretor com um teste via Skype. Que venceu o Oscar de Melhor Atriz naquele ano, enquanto Anne venceu Melhor Atriz Coadjuvante.

NICOLE KIDMAN
não negou O Leitor, mas ficou grávida e precisou abandonar a produção. Com prazo para finalizar o filme, o diretor convidou Kate Winslet para o papel.

JACK NICHOLSON
negou Michael Corleone em O Poderoso Chefão. Antes de escalar Al Pacino, que acabou ficando com o papel, o diretor Francis Ford Coppola testou Dustin Hoffman e Warren Beaty.

RUSSEL CROWE
negou o personagem Wolverine nos filmes X-Men por não aceitar o cachê oferecido pela produção, que negociou outros atores. Ainda bem que o papel acabou caindo nas mãos de Hugh Jackman!

MARK WAHLBERG
negou o cowboy gay Jack Twist de O Segredo de Brokeback Mountain, por influência do pastor de sua igreja. Jake Gyllenhaal aceitou o desafio.

LINDSAY LOHAN
negou o papel da stripper Jade em Se Beber Não Case por achar que o filme não tinha potencial. Além da recusa, Lindsay estava no pior momento de sua carreira, mas não quis se comprometer. Heather Graham foi a escolhida para substituí-la.

MICHELLE PFEIFFER
recusou o icônico papel que pertenceu a Sharon Stone em Instinto Selvagem, por achar obsceno demais. Mais tarde, recusou protagonizar Cassino, novamente substituída por Sharon. Os dois filmes alavancaram a carreira da colega.

JEREMY IRONS
negou Hannibal Lecter em Hannibal, juntamente com Sean Connery. O papel acabou ficando com o próprio Anthony Hopkins, que já havia interpretado o vilão em O Silêncio dos Inocentes.

JOHN TRAVOLTA, BILL MURRAY e CHEVY CHASE
nesta ordem recusaram Forest Gump, que acabou tendo Tom Hanks como protagonista. Bill Murray também recusou o papel de Steve Carrel em Pequena Miss Sunshine e até hoje afirma que se arrepende amargamente por isso.

Há ainda o caso de uma atriz que dispensou dois grandes papéis e talvez por conta disso, nunca emplacou um novo sucesso. MOLLY RINGWALD recusou as protagonistas de Uma Linda Mulher e Ghost – Do Outro Lado da Vida. Provavelmente a atriz tem esses como maiores arrependimentos da vida inteira, já que caiu no esquecimento e permaneceu no elenco da fraca série Psych.

• • • • • • • • • • • •

Consegue imaginar algum desses atores nesses papéis? Acho que fica um pouco difícil, já que ficamos acostumados ou curtimos muito a performance dos titulares nos respectivos filmes.
Semana que vem tem mais pessoal!

ja_te_falei_indicações_cinema
estrelas_cine5 A TEORIA DE TUDO |  Direção: James Marsh – Com Eddie Redmayne, Felicity Jones, David Thewlis, Tom Prior e Charlie Cox  – Um dos melhores filmes do ano. Eddie Redmayne, ganhador do Oscar de Melhor Ator é merecedor de todo este sucesso, que narra a história fantástica de Stephen Hawking. 

  BOYHOOD – DA INFÂNCIA À JUVENTUDE |  Direção: Richard Linklater – Com Ethan Hawke, Patricia Arquette, Ellar Coltrane, Lorelai Linklater e Elijah Smith  – A idéia de gravar um filme ao longo de doze anos e acompanhar o crescimento dos atores é tão incrível que já vale as indicações aos principais prêmios do cinema mundial. Porém, a longa duração (2h45 min) e a falta de grandes situações deixam um pouco a desejar.

estrelas_cine3 ANNIE  |  Direção: Will Gluck – Com Quvenzhané Wallis, Jamie Foxx, Cameron Diaz e Rose Byrne – Divertido, despojado e bem leve, o novo musical encanta pela simpatia enorme da história e carisma dos personagens. As músicas  divertidas vão virar parte da jukebox da Sessão da Tarde!

ja_te_falei_estreias_cinema

  • SuperPai
  • Sem Direito à Resgate
  • Tinker Bell e o Monstro da Terra do Nunca
  • O Duplo
  • Sr. Kaplan
Anúncios

Comente este Post

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s