National Geographic Photo Contest – Os Grandes Vencedores

Se lembram do National Geographic Photo Contest?

A wild short eared owl completes a shoulder check in case something was missed. Northern harriers were also hunting in the field and these raptors will often steal a kill from the owls. Photo Location
Menção Honrosa na categoria Natureza Foto por Henrik Nilsson

Pois já foram anunciados os grandes vencedores do ano de 2014. Além das fotografias vencedoras, a National Geographic publicou em seu site um vídeo mostrando parte do processo de decisão e escolha dos jurados do concurso. O vídeo se chama: “Why does National Geographic loves this photo?” (Por que a National Geographic ama esta foto?)

Não encontrei uma versão legendada, então vou traduzir algumas das frases que mais chamaram minha atenção e guiaram as decisões de cada juiz.

Os jurados são, um editor da publicação, Keith Jenkins e dois fotógrafos convidados: John Stanmeyer e Erika Larsen. Logo no início do vídeo, já são apresentadas as diretrizes que guiam as escolhas:

The thermal spas in Budapest [are] one of the favorite activities of Hungarians, especially in winter. We were fortunate to gain special access to shoot in the thermal spa thanks to our tour guide, Gabor. I love the mist, caused by the great difference in temperature between the hot spa water and the atmosphere. It makes the entire spa experience more surreal and mystical.
Vencedora da categoria Lugares Foto por Triston Yeo

John Stanmeyer “Eu quero sentir uma fotografia. Eu quero que ela me toque emocionalmente”
Erika Larsen “Claro que existe uma beleza visual, mas eu quero avançar uma camada. Quero ser capaz de viver dentro dela (a fotografia)”
Keith Jenkins “Muito do que falamos quando tentamos explicar por que gostamos de uma foto pode ser muito intelectual. Mas geralmente é aquela primeira reação visceral ‘Uau, isso é legal’ ou ‘Uau, isso é interessante'”.

Jump of the wildebeest at the Mara River Photo Location North Serengeti, Tanzania
Vencedora da categoria Natureza Foto por Nicole Cambré

Como disse em meu primeiro post, apesar de o principal item avaliado ser o impacto da foto como um todo, a qualidade técnica não pode ser relevada e conta na decisão. Como afirma Larsen, a técnica é a base, a fotografia tem que ser tecnicamente bem executada, além de impactante e relevante.

During I was taking photo with my nephew, the storm came and I caught this beautiful moment. Photo Location Kocaeli, TURKEY
Menção Honrosa da categoria Lugares foto por Aytül AKBAŞ (diga esse nome três vezes rápido)

A técnica é a base, o impacto visual e emocional são imprescindíveis, mas a decisão é tomada mesmo sobre a relevância da fotografia. Sobre sua capacidade de resumir nossa época, nossa experiência como humanidade e definir em uma imagem quem somos e como vemos nosso mundo.

In the last ten years, mobile data, smartphones and social networks have forever changed our existence. Although this woman stood at the center of a jam-packed train, the warm glow from her phone told the strangers around her that she wasn't really there. She managed to slip away from "here" for a short moment; she's a node flickering on the social web, roaming the Earth, free as a butterfly. Our existence is no longer stuck to the physical here; we're free to run away, and run we will. Photo Location Hong Kong
Grande Vencedora do National Geographic Photo Contest e Vencedora na categoria Pessoas Foto por Brian Yen

Nesse quesito, acredito que a escolha não podia ser melhor. Observem a Fotografia vencedora na categoria “Pessoas”. Quantos de nós não nos identificamos cotidianamente com a cena. Nos desconectamos de nosso entorno, e nos conectamos cada vez mais ao nosso próprio ego. Jenkins descreve a cena como “… o equilíbrio entre o indivíduo e a massa. E isso é feito numa forma muito poética com a cor e a luz. O tom geral da foto era bem relaxante numa cena muito caótica”

290178_1600x1200
Menção Honrosa da categoria Natureza foto por Prashant Meswani

Sobre a foto vencedora, Stanmeyer aponta sobre o papel das mídias sociais em nossas vidas. Fala sobre como o “curtir” o “like” no facebook têm se tornado um “… simples mas muito poderoso posicionamento. Tudo o que chamamos de ‘mídias sociais’ – que eu gosto de chamar de auto-publicação – é guiado pelo visual”

 was up at an ungodly hour to make it to the Tsukiji Fish Market, in Tokyo. With so many amazing things to see in the city, I had hardly slept, and managed to get off at the wrong station. Wave after wave of people kept coming through the station passageway. I spied a coffee shop with a vantage point and managed to snap a free shots, camera resting on the ledge. After the caffeine kicked in, i was ready to brave the river of people... Photo Location Shinagawa Station, Tokyo, Japan
Menção Honrosa da categoria Lugares foto por Peter Franc

E assim, Jenkins completa: “… o argumento de que de alguma forma a proliferação de câmeras de celular estão diminuindo os padrões, eu acho que está totalmente refutado. Estamos nos comunicando visualmente muito mais do que nunca, e acho que isso é bom.”

Abaixo a galeria com todas as fotos escolhidas, incluindo as vencedoras das categorias “Pessoas”, “Lugares” e “Natureza” assim como as menções honrosas:

Página oficial do National Geographic Photo Contest

National Geographic Brasil

E você, concorda com as vencedoras?

Anúncios

Uma consideração sobre “National Geographic Photo Contest – Os Grandes Vencedores”

Comente este Post

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s