Carta aos amigos de um fotógrafo

Amigos, tenho uma revelação (pega o trocadilho) a fazer. Sofro de uma doença, grave e incurável! Um vício, inevitável e inseparável. Não é cigarro (a-han)… não são drogas nem bebida. É algo mais grave…

Valinhos - Virada 2015-217Sou viciado em ver! Em olhar, observar e principalmente em registrar. Sou irremediavelmente dependente de memórias. O tempo que passamos juntos, passa. Nossos melhores e piores momentos passam e às vezes, passam rápido e é por isso que de tempos em tempos, levo uma câmera comigo. Assim, alguns desses momentos podemos eternizar, levar para casa e revisitá-los além da memória.

Valinhos - Virada 2015-444
Sim, eu estou fora de foco! Olhem para ela! Ela é bonita, eu não! Ela é a namorada mais linda do mundo!

Talvez em 30 anos, com algumas rugas, cabelos brancos ou filhos. Talvez nos lembraremos de como foi o tempo que passamos juntos, um almoço, uma ceia, um Nascer do Sol, uma tapioca, um rolê noturno ou diurno ou uma tarde preguiçosa. Se um dia, lá na frente, algum de nós olhar um desses registros e sentir saudades, aí então o ciclo estará completo.

Valinhos - Virada 2015-202Aí então, cada segundo da paciência de vocês será recompensado. Cada troca deValinhos - Virada 2015-384 lente, cada teste com configurações diferentes, cada “espera mais um pouquinho”, “faz essa cara de novo”, “deixa só eu montar o tripé e fazer essa exposição de 30 segundos pra fotografar as estrelas, ops deu errado! De novo”.

Tudo está sob constante mudança, mas as vezes, é preciso parar e lançar um olhar mais demorado sobre nós mesmos, sobre como éramos e de onde viemos. Nossa memória aos poucos se vai, se perde, por isso, quero encher nossas vidas de imagens, de momentos, de luz e cor. Quero mostrá-los como eu os vejo, qual é a minha perspectiva sobre nós, sobre quem me cerca e me influencia. Para que possamos um dia olhar para trás e compreender nossa evolução.

AValinhos - Virada 2015-348í sim vai valer a pena. Essas fotos não são para hoje, não são para amanhã, para isso temos nossos celulares, Instagram e Facebook. Essas fotos são para nós mesmos, no futuro. E acredito que ESSE é o maior mérito de qualquer fotógrafo.

Anúncios

5 comentários em “Carta aos amigos de um fotógrafo”

Comente este Post

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s