FILMES MUSICAIS: A ACEITAÇÃO DO GÊNERO NAS SALAS DE CINEMA

O gênero musical no cinema carrega opiniões diversas nos cinéfilos. Não existe meio termo, ou você ama, ou odeia. Ou é oito, ou oitenta. Nos EUA, o gênero é mais aceito, simplesmente pela indústria teatral-musical enorme que o país sustenta, lotando os teatros da famosa Broadway e arrecadando uma grana absurda com produções majestosas de encher os olhos em todos os aspectos.

O gênero teve uma fase negra, entre os anos 80 e 90, mas a virada do século trouxe novos ventos e o mercado para esses filmes cresceu muito. Essa nova ascensão deu-se pelos muitos Oscars que Moulin Rouge e Chicago levaram em 2001 e 2002 respectivamente. O público passou a ver melhor e aceitar mais esse tipo de filme nos cinemas. Desde então, filmes como Rent – Os Boêmios, O Fantasma da Ópera, Across the Universe e Mamma Mia ganharam mais espaço nas salas de cinema e no gosto popular.

Ao centro, Catherine Zeta-Jones lidera o elenco de "Chicago". A atriz ganhou o Oscar de Melhor Atriz por sua performance na produção, que também conta com Reneé Zellwegger, Richard Gere e Queen Latifah.
Ao centro, Catherine Zeta-Jones lidera o elenco de “Chicago”. A atriz ganhou o Oscar de Melhor Atriz por sua performance na produção, que também conta com Reneé Zellwegger, Richard Gere e Queen Latifah.

No ano retrasado, OS MISERÁVEIS – adaptação cinematográfica do famoso musical do West End Londrino, que arrebatou milhões nas bilheterias norte-americanas e que, surpresamente, não fez feio no Brasil – levou 3 estatuetas do Oscar para casa. A velha história do prisioneiro Jean Valjean já foi adaptada diversas vezes para a televisão, teatro e cinema, mas nenhuma delas tão sofisticada quanto à essa versão musical. Acontece que a história já é um dramalhão daqueles bons e pesados, do público sofrer junto. Juntando isso às músicas MAIS-DO-QUE incríveis e belas, o resultado do “Cho-rô-rô” é garantido! Também, não há possibilidade de fracassar com o elenco imbatível contratado para a produção: Hugh Jackman, Anne Hathaway, Russel Crowe, Amanda Seyfried, Helena Bonham Carter, Sacha Baron Cohen e Eddie Redmayne! (Ainda acha que dá para fracassar?)

Além do mais, o produtor Cameron Mackintosh, também produtor do espetáculo, revelou recentemente que as indústrias teatrais e cinematográficas se ajudam com uma mesma obra. O espetáculo “Les Miserables” teve um aumento significativo na venda de ingressos depois do lançamento do filme, que só foi realizado devido ao grande sucesso do musical. Recentemente, esse mesmo caso foi marcado com “Rock of Ages” após a estreia da adaptação.

Mais um Oscar de Melhor Atriz em uma produção musical: Anne Hathaway levou a estatueta por sua tocante interpretação em "Os Miseráveis".
Mais um Oscar de Melhor Atriz em uma produção musical: Anne Hathaway levou a estatueta por sua tocante interpretação em “Os Miseráveis”.

No Brasil, o musical já foi exibido no Teatro Abril de 2001 a 2002 e também foi um marco na ascensão do Teatro Musical no país. Desde então, as produtoras focaram totalmente seus projetos em musicais, trazendo sucessos como “A Bela e a Fera”, “A Noviça Rebelde”, “O Fantasma da Ópera”, “A Família Addams” e outros.

Este ano é a vez  de CAMINHOS DA FLORESTA dominar os cinemas. A produção – que estreou ontem, dia 29 nos cinemas brasileiros – é baseada no musical da Broadway Into the Woods, produzida pela Walt Disney Pictures, dirigida por Rob Marshall (de Chicago e Nine) e conta com um elenco de grandes nomes do cinema como Meryl Streep, Emily Blunt, Anna Kendrick, Chris Pine e Johnny Depp. Sua imponente trilha sonora é composta por ninguém menos que Stephen Sondheim, compositor consagrado na Broadway (e responsável pelos sucessos Sweeney Todd, Gypsy, Follies, entre outros).

Meryl Streep, soberba como sempre, garante uma vaga nas indicações de Melhor Atriz Coadjuvante no Oscar 2015. A bruxa, apesar de não ser a protagonista, é o papel mais interessante do longa.
Meryl Streep, soberba como sempre, garante uma vaga nas indicações de Melhor Atriz Coadjuvante no Oscar 2015. A bruxa, apesar de não ser a protagonista, é o papel mais interessante do longa.

Assisti o filme ontem na última sessão do dia e o que assisti foi um filme extremamente caprichado, com incríveis performances, direção de arte e efeitos impecáveis mas um tanto confuso na narrativa, deixando um pouco a desejar (pelo menos para mim, que estava com muita expectativa depois de assistir o impactante trailer da produção). Definitivamente não é um filme para crianças, foge um pouco dos padrões Disney, mas o legal do filme está aí: no ousado e no humor que parodia os clássicos da própria produtora. A surpresa da estreia foi que o filme não ocupou nem 10% das salas de cinema de São Paulo. Apesar da má impressão, o filme diverte ao longo de seus 125 minutos e algumas canções não sairão da sua cabeça por um momento após a exibição.

Com toda essa pompa em cima dos musicais, Hollywood já prometeu adaptação para as telas dos musicais “Wicked”, “Miss Saigon”, “The Last Five Years” e um remake de “Annie” (esses dois últimos vão estrear ainda este ano – confira os trailers abaixo), enquanto o Brasil já encaminhou para os palcos “Mudança de Hábito”, “Mary Poppins”, “Antes Tarde do que Nunca”, “A Pequena Sereia” e “Chaplin”. Isso são os musicais mostrando, definitivamente, que chegaram para ficar…

Trailer – The Last Five Years

Trailer – Annie

ja_te_falei_indicações_cinema

estrelas_cine3 CAMINHOS DA FLORESTA  |  Direção: Rob Marshall – Com Meryl Streep, Anna Kendrick, James Corden, Emily Blunt, Chris Pine e Johnny Depp  – O novo filme musical da Disney tem um trailer tão surpreendente e impactante, que entrega quase todos os melhores momentos e o filme não alcança a excelência. Claro que a música belíssima de Sondheim e as performances marcantes do elenco já vale por si só…alias, tem a Meryl…ah, a Meryl!

estrelas_cine3 LIVRE  |  Direção: Jean Marc-Vallé – Com Reese Witherspoon, Laura Dern, Gaby Hoffman e Keene McRae  – Reese concorre ao Oscar de Melhor Atriz por este trabalho e faz a indicação valer pelo filme todo. Além dela, Laura Dern entrega uma brilhante performance que a indicou ao Oscar de Melhor Atriz Coadjuvante. Ou seja, é muito talento reunido no mesmo filme. 

  ACIMA DAS NUVENS |  Direção: Olivier Assayas. Com Juliette Binocche, Kristen Stewart e Chloe Grace-Moritz  – A densa e comovente história de uma grande atriz e seus conflitos são contadas brilhantemente na pele dessas três atrizes talentosa e tão unificadas em nível de performance. A narrativa é mais devagar. Aqui, o foco são as grandes performances, que muito me admiram terem ficado fora do Oscar.

ja_te_falei_estreias_cinema

  • Caminhos da Floresta
  • Birdman
  • A Mulher de Preto 2
  • A Teoria de Tudo
  • Grandes Olhos
  • A Entrevista
  • Cássia Eller
Anúncios

Proibido Refrigerante nas escolas da PARAÍBA

no_beverage_jatefalei

No último dia 21/01/15 foi publicada a LEI 10.431/15 que proíbe a venda de refrigerantes nas cantinas e lanchonetes instaladas dentro das escolas, tanto públicas, quanto privadas, de todo o Estado da Paraíba. A regra vale para as escolas de ensino infantil, fundamental e médio.

Esta lei começa a valer 120 dias após a sua publicação, e a partir de então, as escolas que não cumprirem a lei poderão inclusive perder a licença ou o alvará de funcionamento.

Um estudo feito em 2008, nos Estados Unidos, e publicado na revista: “The Journal of the American Dietetic Association”, afirma que proibir a venda de refrigerantes em escolas reduz um pouco, mas não muito, a quantidade de refrigerante ingerida pelas crianças.

O estudo fez uma comparação do consumo de refrigerante pelas crianças de escola onde a bebida é vendida, com as crianças de escolas onde a venda era proibida, e disseram não encontrar muita diferença.

Somente cerca de 4% menos crianças das escolas que não vendem refrigerantes, disseram que não tomam a bebida. Mas, segundo a pesquisa, metade dos refrigerantes consumidos pelas crianças, era consumido nas escolas.

Assim, motivados pelo aumento da obesidade infantil, os EUA tem várias escolas públicas, que já proíbem a venda de refrigerantes.

Alguns pesquisadores concluíram que, apesar destas restrições terem seu valor, temos que nos preocupar também com os hábitos alimentares domésticos, para que nossas crianças tenham uma alimentação saudável.

Veja abaixo a integra da Lei:

 LEI Nº 10.431, DE 20 DE JANEIRO DE 2015.

AUTORIA: DEPUTADO CAIO ROBERTO

Proíbe cantinas e lanchonetes instaladas em escolas públicas e privadas de educação infantil, fundamental e média, de venderem bebidas com baixo teor nutricional, como os refrigerantes.

O PRESIDENTE DA ASSEMBLEIA LEGISLATIVA DO ESTADO DA PARAÍBA

Faz saber que a Assembleia Legislativa decreta, e eu, em razão da sanção tácita, nos termos do § 1º do Art. 196 da Resolução nº 1.578/2012 (Regimento Interno) c/c o § 7º do art. 65, da Constituição Estadual, Promulgo a seguinte Lei:

Art. 1º Fica proibida a venda de refrigerantes nas cantinas e lanchonetes instaladas em escolas públicas e privadas de educação infantil, fundamental e média.

Art. 2º Os estabelecimentos que não observarem o dispositivo desta Lei, estarão sujeitos às punições previstas pela legislação sanitária e poderão perder a licença ou o alvará de funcionamento.

Art. 3º Os sistemas de ensino deverão estabelecer as normas e procedimentos para o cumprimento desta Lei no âmbito de suas respectivas redes de ensino.

Art. 4º Esta Lei entra em vigor em 120 (cento e vinte) dias a partir da sua publicação. Paço da Assembleia Legislativa do Estado da Paraíba, “Casa de Epitácio Pessoa”, João Pessoa, 20 de janeiro de 2015.

Ricardo Marcelo
Presidente

 

E você o que acha?

VIRAL DO FAST BUN NO FACEBOOK

Para todas as empresas e profissionais de marketing digital, o grande momento é quando uma publicação se torna um viral nas redes sociais.

Sem custo adicional e com o impulsionamento do gosto popular através de curtidas, compartilhamentos, marcações e comentários um viral pode atingir números incríveis.

Isso aconteceu com uma cliente muito querida, a Denise Furlan Complements que teve uma valorização muito significativa na sua Página do Facebook que em um único mês pulou de 10.000 para 32.500 curtidas na página, mas isso nem sempre é o mais importante, as interações com o viral foram maiores de 5.500.000 visualizações, 145.000 curtidas e mais de 70.000 comentários.

De uma maneira geral, sabemos que quanto maior o número de interações, maior é a entrega de novos posts pelo Facebook para os seguidores da página e antes de um post se tornar viral várias ações são tomadas com antecedência.

Como tudo que faz sucesso, é esperado criticas nem sempre construtivas e aproveitadores de plantão para tentar tirar proveito do sucesso alheio. Isso também acontece com o FASTBUN que é um produto fabricado com materiais de primeira linha, com mão de obra especializada, acabamento com tecido especial para não agredir os cabelos, comercializado e com garantia no Brasil, sem dúvida ,não pode e não deve ser comparado com produtos de origem desconhecida ou duvidosa de menor valor.

Para garantir a maior transparência criamos um vídeo com a opinião de uma especialista sobre o produto testado.

Produzi este vídeo em apenas algumas horas devido a facilidade de ótimos Gadgets disponíveis e muito boa vontade de todos os envolvidos.

Curta a página da Denise Furlan Complements e Veja o Post que se tornou um viral.

Já escrevi em outra oportunidade sobre o Facebook At Work, confira!

Como aproveitar a alta nos juros

Juros Altos

Os juros altos deixam os empréstimos e financiamentos mais caros, porem os investimentos pós-fixados ficam mais atrativos.

Que tal você aproveitar esse momento e rever a sua carteira de investimentos? 

Talvez seja o momento de trocar o seu investimento em conta poupança para um produto de investimento pós-fixado. Os investimentos que são atrativos nesse cenário de juros altos são: CDB, Compromissada Di, LCI, LCA, Fundo DI e LFTs (Letras Financeiras do Tesouro) no Tesouro Direto.

A Selic meta está hoje em 12,25%. Os investimentos pós-fixados acompanham essa taxa por isso ficam mais atrativos.

Aproveitem os posts passados para entender um pouco mais sobre os juros e investimentos conservadores.

Até a próxima quinta.

Rolou estresse?

Por Ela:

A correria do dia a dia, trânsito, trabalho, chefe, cobranças, falta de água, faculdade, provas, problemas de família… tudo isso gera um estresse incalculável! Somos seres humanos, pessoas compostas por todas essas esferas e muitas vezes não conseguimos deixar o estresse do resto do mundo de lado e acabamos descontando tudo na pessoa errada: Ele! Não tenho TPM, mas pelo contrário, ando estressada o mês inteiro. Não é nada agradável conviver com uma pessoa estressada, fato! O lado bom é que eu não fico brava, não grito ou sou agressiva com Ele… Mas o problema é que eu fico mal e sempre acabo contando com Ele pra desabafar, com muito choro, claro!  O final feliz é que Ele sempre me ajuda e me faz sentir melhor! É meu remédio!

Brigas no relacionamento? São raras! Apesar de todas as diferenças, nos entendemos muito bem! E qualquer desentendimento é resolvido na conversa sem muito estresse. Eu até que sou uma pessoa flexível no quesito relacionamento e posso dizer o mesmo sobre Ele! Então, no final tudo se acerta! Relacionamento de contos de fadas? Não. Claro que pra chegar a um acordo, mesmo com conversa, não é tão simples assim. Nas famosas DR sempre acabamos expondo pontos que o parceiro não está a fim de ouvir, temas desagradáveis… Mas faz parte! Depois de umas caretas, umas lágrimas e um abraço tudo fica bem!

Mas, no relacionamento em si, não sou estressada. Não sou ciumenta também, como já disse nos posts anteriores – o que já elimina um dos grandes culpados pelo estresse nos relacionamentos. Eu fico estressada mesmo com questões de planejamento e organização. Ah, isso sim me estressa! Não planejar algo ou fazer algo diferente do que havíamos combinado. Lendo isso parece que eu sou uma maníaca por organização, mas não é para tanto (talvez só um pouquinho). Mas vou citar um exemplo pra vocês me entenderem (e ficarem do meu lado, claro!): fomos viajar para a praia num final de semana desses com a família d’Ele. Eu fiz uma mala até que razoável para os meus padrões (sim, eu levo a casa comigo!), mas dessa vez, era uma mala pequena para o final de semana. Mulher geralmente acaba levando muitos cosméticos também, né, não tem jeito: shampoo, condicionador, sabonete, protetor solar, creme, repelente, desodorante, etc., e acaba dividindo tudo com Ele né, que, na maioria das vezes não se preocupa com essas coisas. Ok, levar os cosméticos pelos dois é natural e acaba diminuindo a bagagem. Mas e quando seu namorado resolve não levar NADA? Nada mesmo, nem uma bermuda, chinelo, cueca, camiseta… absolutamente nada?! Sim, é de se espantar, principalmente para alguém que planeja cada detalhe como eu! Mas, enfim, vindo d’Ele, já era de se esperar. Pra resumir, Ele pegou tudo emprestado do pai e do irmão durante a viagem, já que não tinha nada, né? Tempos atrás eu surtaria com isso! Dessa vez, não me importei muito, mas essa questão de falta de planejamento me estressa um pouco, principalmente quando, implicitamente, eu acabo ficando responsável por organizar tudo sozinha. Não quero essa responsabilidade só pra mim e Ele não quer planejar. E agora? Vamos morrer de estresse? Terminar o relacionamento?  Claro que não (embora, às vezes, eu até ache que vou ter um piripaque). A solução é conversar, resolver com calma e não dar trela pro estresse.

E o estresse do mundo? Bom, vamos ter que arrumar um jeito pro estresse cotidiano não afetar nosso relacionamento. Pode ser um esporte, academia, ter um momento só pra você, fazer aquilo que mais gosta, sair, ler um livro, ver um filme, socar um saco de boxe, dar mortais, comer besteira, receber massagem, enfim, qualquer que seja a opção, o que importa é aliviar o estresse e alavancar a relação. Aproveito nesse momento, para agradecer a Ele por toda a paciência! Sim, reconhecer quando se está estressado e pedir desculpas também é necessário.

brigadecasal3

Mas agora é sua vez, vê se não me estressa, hein?!

Por Ele:

Vish, e agora? A patroa não está fácil, tá cheia de vontade de matar um namorado e você nem sabe o porquê! Acha isso mó injusto?

Rolou um stress! O que fazer, Ele?

Nada!

Meus caros, suas senhoras são humanas (eu espero!) e a vida de ninguém é fácil, tente respeitar, deixe quieto se possível, às vezes foi só um dia muito ruim no trabalho ou o cansaço da rotina cruel da cidade pegando. Aí ela, por ou sem querer, estourou em você, o que é normal, porque você é o porto seguro dela. Com você ela tem liberdade de sentir o que bem entender! O quanto isso é bom, só cabe a você definir.

Óbvio, não estou pedindo para aceitar feito um idiota, se todo dia ela chegar e pisar na sua cabeça. O ataque de estresse acontece, mas se for rotina e todo dia ela vier cheia de mimimi e má notícia, manda procurar um psicólogo ou, se for necessário, você um segurança, rs.

Um relacionamento não é só amor e beijinho para lá e para cá, em muitos momentos temos que ser firmes como rochas para aguentar o tranco e, quase ao mesmo tempo, sensíveis como um artista para compreender a situação e transformá-la numa boa ou na menos pior possível.

Nunca se esqueça, se hoje é ela que está de mau humor e irritada, amanhã com certeza pode ser você! Então não vacila à toa!

Educação, investimento com retorno garantido!

ead

“Educação nunca foi despesa.  Sempre foi investimento com retorno garantido. ” Sir Arthur Lewis

Adoro essa frase e acho que investir em estudos nunca é demais.  Não digo só do investimento financeiro não. Mas do investimento do seu tempo. Pois para qualquer estudo é necessário um comprometimento.  Muitas vezes é necessário abrir mão de alguns compromissos e eventos… Mas, sempre vale a pena!

Hoje em dia há cursos de todos os tipos e valores e ainda há a atual explosão do EAD. A nova geração de cursos a famosa educação a distância. Que possui desde cursos livres até cursos de graduação e pós graduação para todos os bolsos e até em instituições renomadas.

A variedade e a facilidade é o grande segredo desses cursos. Pois você pode assistir suas aulas a qualquer momento que desejar… Basta ter comprometimento com as datas de entrega. Por isso, para esse tipo de estudo, eu aconselho que você seja um tipo de pessoa bem regrada e separe tal horário do seu dia para se dedicar a isso como se estivesse frequentando o curso presencial e crie o seu comprometimento online.

O começo do ano é uma ótima data para pensar e investir nos estudos não importa qual seja seu objetivo ou sua idade. Pode ser uma pós graduação ou simples curso online de tortas e bolos. O importante é planejar e investir em você. Em alguns minutos que você tenha prazer em fazer uma leitura ou assistir uma aula…

Fica a dica!

“De Dentro para Fora” – O Choque Cultural

Antes de continuar, leia aqui:
“Arte Urbana: Um Rolê Surreal na Choque Cultural”

jatefalei_choquecultural-911 da manhã e eu estava atrasado, de novo. Um Jornalista me esperava. Do calor da Zona Leste, partimos para Vila Madalena, o fervo cultural paulistano, onde a vanguarda das ruas converge com a tradicionalidade e a oficialização que uma galeria empresta à arte. IMG_20150123_132003114Na Galeria Choque Cultural, seríamos recebidos extremamente bem por essa querida Mari, que se confunde com a própria exposição, que conhece cada obra em cada canto e não poupa esforços em apresentar e explicar cada detalhe sobre os artistas, as obras a exposição e a galeria. (e até mesmo topou a selfie, valeu, Mari),

jatefalei_choquecultural-34O Spray sobre tela nas linhas caóticas de Sliks vaza das paredes internas e leva suas cores por todo o exterior do prédio. De longe, a Galeria Choque Cultural já se destaca e chama a atenção no cenário, por si só, já é uma obra de arte. A exposição começa bem antes da entrada, São Paulo é uma verdadeira galeria à céu aberto, só não vê quem não quer. A arte de rua é democrática, existe na falta de parâmetros, na falta de limites, existe sem curadoria muito além da vontade de cada. A arte de rua existe no seu caminho, goste você ou não.

jatefalei_choquecultural-19O mesmo Stencil de Matias Picón pode ser encontrado em instalações na galeria ou perdido nos becos ao redor, você pode até mesmo adquirir o kit completo jatefalei_choquecultural-7utilizado pelo artista que desconstrói suas próprias obras e convida você a tomar conta e ocupar também sua própria cidade. Na Choque Cultural, o dentro e o fora constantemente se confundem, se completam e com limites quase imperceptíveis.

jatefalei_choquecultural-36Tudo que poderia ser dito sobre a Exposição já foi dito. E muito melhor do que eu jamais poderia dizer. Nosso colunista Surreal nos leva com suas palavras a conhecer e querer conhecer mais sobre a Arte Urbana, nos leva para um Rolê Surreal Na Choque Cultural. Por isso, me encarrego de contar a história do meu jeito.

Da convergência, De Dentro Para Fora, o Choque.

SEMENTE DE CHIA

VOCÊ SABIA QUE A SEMENTE DE CHIA É CONSIDERADO UM SUPERALIMENTO!

A Chia é o nome popular da Salvia Hispanica, uma planta herbácea da família das lamiáceas, originário das regiôes da Guatemala, México e Colômbia. Ela é mais conhecida pela sua semente que é muito vendida moída ou na forma de óleo. A palavra chia deriva da palavra nahuatl chian, que significa “oleoso”.

A semente de Chia é uma semente com propriedades nutritivas especiais e foi muito consumida pelas civilizações mais antigas, principalmente para quem precisava de força e resistência física. Ela é uma semente oval e tem várias cores ( acastanhadas, pretas, acinzentadas e brancas ).

Ela é considerada um alimento funcional dadas suas características  compositivas, entre eles, os principais são: as fibras, cálcio, magnésio, potássio, proteína e omega-3.

Seu efeito mucilaginoso, o de absorver e reter água, devido à alta concentração de fibras, torna a chia interessante para quem busca emagrecer e ajuda muito a sensação de saciedade.

Vitaminas, minerais e propriedades

Os principais componentes da semente de Chia são:

  • Ômega 3: A semente é uma das mais ricas fontes conhecidas, tanto animal quanto vegetal. Possui teor muito maior do que o encontrado na linhaça e no salmão.
  • Cálcio: cinco vezes a concentração do mineral encontrada no leite de vaca. Foi recentemente descoberto, que ele também ajuda a queimar gordura no organismo.
  • Magnésio: possui duas vezes mais do que em castanhas e nozes .
  • Manganês e fósforo: três vezes mais do que no espinafre.
  • Proteínas:  É uma fonte de proteína completa, que fornece todos os aminoácidos essenciais que o homem precisa.
  • Fibras: a alta concentração de fibras alimentares faz da chia um aliado do emagrecimento e na boa digestão. São também extremamente ricas em vitaminas e minerais, sendo uma das fontes vegetais mais ricas que se tem conhecimento até hoje.
  • Antioxidantes: a presença do flavonoide kaempferol e, em menor quantidade, os ácidos cafeico e clorogênico presentes provêm à chia três vezes mais antioxidantes que as famosas uvas-do-monte.

A chia tem o poder muito grande de absorver 12 vezes o próprio peso em água e pode ser muito bem usadas em alimentos e em suas receitas de pães, tortas, patês, risotos, sucos, vitaminas e em muitos outros mais.

Abaixo segue uma tabela nutricional da semente de chia:

Semente de chia – Por 25 g (uma porção)
Calorias 122 kcal
Carboidratos 10,53 g
Proteínas 4,14 g
Gorduras 7,69 g
Gorduras saturadas 0,833 g
Gorduras monoinsaturadas 0,577 g
Gorduras poli-insaturadas 5,917 g
Fibras 8,6 g
Cálcio 158 mg
Fósforo 215 mg
Magnésio 84 mg
Potássio 112 mg
Ferro 1,93 mg
Zinco 1,15 mg
Vitamina A 14 UI
Vitamina B1 (Tiamina) 0,155 mg
Vitamina B2 (Riboflavina) 0,043 mg
Vitamina B3 (Niacina) 2,208 mg

Segue abaixo receita de um Shake power para quem quer emagrecer, sempre lembrando que não é só a semente da Chia que vai te fazer emagrecer, ter uma boa alimentação também é essencial para ajudar no emagrecimento.

Shake_Semente_Chia_JATEFALEI

Anote os ingredientes. Basta bater tudo no liquidificador e beber geladinho:

200ml de leite de soja
1 banana
4 morangos
1 colher (chá) canela em pó
1 colher (chá) cacau em pó
1 colher (sopa) biomassa da banana verde
1 colher (chá) semente de chia

Até semana que vem pessoal!!!

Arte Urbana: Um rolê surreal na Choque Cultural

Eram 11 horas da manhã, meu fotógrafo estava atrasado de novo. O calor era de matar na zona leste de São Paulo de onde partimos para a galeria Choque Cultural para prestigiar a exposição “De dentro para Fora” que começou no sábado passado, dia 17 de janeiro, e apresenta fotografias, instalações, pinturas que convergem tanto para a fine art das galerias, como para as ruas.

Essa é a segunda edição da exposição que já havia sido apresentada em 2011 no MASP. Dessa vez está na galeria, muito bem localizada, na rua Medeiro de Albuquerque, 250, na Vila Madalena e conta com a participação de artistas renomados, como o argentino TEC, o Matias Picon, Daniel Melim e o coletivo Bjari. A mostra tem como objetivo, de acordo com o curador Baixo Ribeiro, “discutir a permeabilidade da galeria para a rua e da rua para as pessoas”.

IMG_3926

Ao chegar no local, logo na fachada, temos a desconstrução de um carro inundado por plantas. A obra do coletivo Bijari, colocada no meio de uma cidade como São Paulo, dá a impressão de que pelo menos essa batalha as plantas venceram, além da nova pintura insana da própria galeria que já é uma obra “à parte”. Na galeria, em uma sexta, dia de trabalho… estava vazia, nos deparamos com um mural do Jaca que mostra a cidade através de um viés diferenciado e bem próprio, cheio de detalhes e cores, que depois percebi serem característiscas de sua obra. Foi impossível não ficar um bom tempo olhando para ele e buscando itens que não achei na primeira batida de olho. Na sala, logo à direita, encontramos um quadro do Tec e um mural com um estilo mais agressivo, gritando protestos, indiretamente brincando com a palavra opressão e Press (mídia em inglês) lindo, agressivo, muito coisa a dizer… BEM RUA, afinal, é isso que a CC propõe.

Dando a volta pela agradável casa, passamos pelo trabalho do artista Matias Picon, seus animais misturados, feitos de extensil, são muito incríveis, você fica analisando o material até a achar a última camada que ele produz, complexo e detalhista, para quem adora extensil, como esse que vos fala, maravilhoso, dou destaque ao Macaco que está em uma janela nos fundos, isso além de outras obras do Jaca e algumas miniaturas lindas em gavetas e, na “brincadeira” de fazer caber o mundo na gaveta, achei uma nave espacial e algumas estrelas… Ets, estrelas … me ganhou, queria levar para casa.


IMG_3924

Para pedir permissão para fotografar, voltamos ao salão que considero que seja o principal e, fomos atendidos pela Mari, a jovem MUIITOO prestativa, parecia parte da exposição com suas tatuagens, quando encostava na parede virava parte do contexto. Depois de liberar as fotos, nos conduziu a uma interferência do artista TEC, o cara é um mito dos grandes murais, fez um peixe vermelho, que acredito que seja uma carpa, em uma rua que, de acordo com ela, às vezes alaga. Uma piada sarcástica e perfeita.

Confiram a exposição, a Choque Cultural,e a carreira dos artistas que estão expostos, tudo lá realiza com quase perfeição a proposta da mostra e atinge a todos com o material exposto. Além disso, recomendo também, já que está por lá e na vibe do grafitte e arte de rua, a visitar o Beco do Batman e outros para curtir também. Não vão se arrepender. A exposição está linda o lugar é foda, então é imperdível. Confiram!


De_dentro_pra_Fora_6_-_divulgacao

Segue o serviço:

Abertura para convidados: dia 17/01, sábado, das 11h às 16h.

Período expositivo: de 18 de janeiro a 7 de março.

Rua Medeiros de Albuquerque 250, Vila Madalena.

Telefone: (11) 3061-4051.

Horário de funcionamento: de terça-feira a sábado, das 11h às 18h.

www.choquecultural.com.br

Resíduos: O CASO DO ATERRO DE RESÍDUOS INDUSTRIAIS MANTOVANI

residuos_jatefalei

Todos sabemos ou deveríamos saber que, os resíduos gerados pelos seres humanos devem ser destinados de forma correta a fim de que sejam evitados os efeitos negativos que eles podem ter no meio ambiente, como a poluição de rios e do solo, e mesmo na saúde das pessoas já que podem ser responsáveis pela transmissão de diversas doenças.

Já te falei que os conhecidos e tão utilizados lixões são formas totalmente incorretas  de destinação de resíduos?

Sim, eles são locais onde o lixo é simplesmente jogado sem o menor cuidado com o meio ambiente. E pior, adultos e até crianças entram livremente, se arriscando a contrair uma série de doenças, para catar resíduos que possam ser reciclados.

O destino correto para o lixo dependerá de sua CLASSIFICAÇÃO. No Brasil existe a norma NBR-10.004, que classifica os resíduos, e é a partir desta classificação que se determina quais as destinações adequadas para cada tipo de resíduo.

Existe também normas específicas sobre incineração, reciclagem e outras formas de tratamento dos resíduos que são empregadas antes da disposição final, ou seja, os resíduos coletados passam por algumas etapas e somente o que sobra destes resíduos (ou o que não pode ser mesmo aproveitado) é destinado para os famosos aterros.

Hoje compartilharei com vocês um exemplo prático e claro que evidencia a responsabilidade das empresas sob seus resíduos e os possíveis impactos ambientais gerados pelos materiais destinados de forma incorreta.

O famoso caso de um aterro de resíduos: O ATERRO MANTOVANI.

O Aterro Industrial Mantovani S/C Ltda. iniciou suas atividades com em 1974, ano em que teve início o descarte de resíduos no Sítio Pirapitingui.

Em 1979, a CETESB autorizou a empresa Vasoil Re-Refinadora de Óleos Lubrificantes Ltda. a dispor borra ácida e torta de filtração do rerrefino de óleos lubrificantes na área do Sr. Valdemar Mantovani.

O Aterro iniciou suas atividades com o recebimento dos resíduos supracitados, passando, posteriormente, a receber outros tipos diversos de resíduos industriais, grande parte deles mediante autorização do órgão de controle ambiental.

Em agosto de 1979 foi registrada, junto a CETESB, a primeira reclamação da comunidade quanto ao funcionamento do aterro, acentuada a partir de 1981, incluindo-se registros da vizinhança e da Prefeitura de Mogi-Mirim.

Em 1985 foram registradas novas reclamações de populações vizinhas, poder público municipal e Ministério Público do Estado de São Paulo, quanto ao funcionamento dos aterros. E em agosto de 1987 foi determinada pela CETESB a paralisação das atividades do Aterro Mantovani.

A CETESB, durante o período de 1985 e 1995, realizou uma série de monitoramentos de águas subterrâneas e superficiais nas proximidades dos empreendimentos, através da coleta e análise das águas localizados na área do aterro, de poços de abastecimentos e de corpos d’água superficiais.

Como conseqüência de todo este quadro, no âmbito da ação civil pública promovida pela Ministério Público contra as sociedades proprietárias do aterro, em 1998 houve a condenação das mesmas à reparação dos danos causados ao meio ambiente.

A complexidade técnica envolvida, fez com que a liquidação de sentença transitasse em julgado somente em outubro de 2003, fixando o valor de indenização em R$ 90.000.000,00 (noventa milhões de reais).

Tal ação, entrou em fase de execução, porém nunca foi executada, porque os bens do proprietário Valdemar Mantovani – indisponíveis desde 1996 – eram muito inferiores ao mínimo necessário para a adoção das medidas emergenciais.

Em face de tal morosidade e da constatação, pela CETESB, da presença de 1,2 dicloroetano (até 166 µg/l) no poço do Sítio Santa Adélia, acima dos limites estabelecidos (de acordo com a Portaria 1.469/00 do Ministério da Saúde, os valores recomendados para consumo humano é de 10 µg/l), a Promotoria de Justiça da Comarca de Jaguariúna instaurou, em 16/03/2001, inquérito civil objetivando averiguar a responsabilização das empresas que teriam disposto seus respectivos resíduos no aterro.

Descobriu-se que os aterros foram materializados mercê a construção de várias valas escavadas no terreno, sem revestimento, e que os resíduos eram simplesmente dispostos sem preocupação de inventários quanto ao tipo e quantidade de resíduos depositados.

Frente às proporções do fato junto à imprensa e opinião pública, 49 empresas usuárias do aterro, firmaram um Termo de Ajustamento de Conduta (TAC), em julho de 2001. Dentre estas empresas, estavam a Basf de Guaratinguetá, a Robert Bosch de Campinas, a Filtros Mann de Indaiatúba e a DuPont de Paulínia.

As medidas previstas no TAC incluíam entre outras: implantação de sistema de drenagem e segregação de águas pluviais, fornecimento de água potável para receptores externos afetados, esgotamento e tratamento dos líquidos contaminados, cobertura provisória da vala aberta, recuperação gradual das águas subterrâneas e dos solos impactados. O prazo estimado para atingir as metas de remediação era de 10 anos.

O TAC inicialmente firmado já teve 12 aditamentos.

Durante todo este período foram realizadas várias Audiências Públicas, vários moradores vizinhos ingressaram com ações judiciais buscando a responsabilização civil das depositárias de resíduos e conseqüente indenização pelos danos a eles causados. E também foi criada uma Comissão Intermunicipal de Acompanhamento do Aterro Mantovani, composta por vereadores dos Municípios de Holambra, Santo Antonio de Posse, Artur Nogueira e Cosmópolis.

As empresas que assinaram o TAC foram aquelas que contribuíram com apenas 50% do total de resíduos supostamente dispostos no aterro. As empresas não signatárias do TAC (13 no total), poluidoras do maior volume do aterro, tiveram contra si, em julho de 2002, ação civil pública proposta pela Promotoria de Justiça de Jaguariúna, bem como a imposição de uma série de sanções administrativas por parte da CETESB.

Em 2004 o processo encontrava-se ainda na fase citatória das empresas. Essa demora se deu por conta de processos de falência de algumas empresas ou fusão, incorporação de outras. Apesar deste desencontro processual a Juíza da causa deferiu antecipação de tutela condenando cada uma das empresas ao pagamento de R$ 5.000,00 por dia de descumprimento da obrigação de adotar medidas emergenciais de prevenção, bem como colaborar na reparação do dano ambiental.

A participação das empresas signatárias do TAC está basicamente focada em ações emergenciais e realização de diagnósticos da área. Contudo, não existe um comprometimento formal destas empresas em participar da realização da remediação do aterro, pelo menos, nos termos em que vem sendo conduzido os critérios de rateio de participação até o momento, quer seja por representarem somente 50% das empresas que supostamente teriam disposto resíduos no local, quer seja, inclusive, por entenderem haver a necessidade de apuração da real cota de responsabilidade de cada uma delas como condicionante para a eventual participação nesta próxima fase.

Em outubro de 2004 foi apresentada à CETESB e ao MP Estadual um relatório, contendo a proposta de retirada de parte dos resíduos e o confinamento do restante dos contaminantes, com o tratamento e o bombeamento da água drenada do terreno.

Os vizinhos, no entanto, queriam a imediata retirada das 326 mil toneladas de resíduos tóxicos da região onde viviam, para tentar interromper um pesadelo que já dura 30 anos.

Em março de 2007 começaram a retirar as primeiras 5 mil toneladas de resíduos tóxicos do Aterro Mantovani para incineração em fornos de cimento, no Rio de Janeiro. As empresas tentavam conseguir as licenças ambientais necessárias para tentar fazer a incineração do restante em Minas Gerais.

Em 16 de dezembro de 2008, no nono aditamento do TAC as empresas signatárias firmaram o compromisso de retirar as borras oleosas ainda depositadas na vala aberta dos aterros, dando-lhes destinação final ambientalmente adequada. Restariam ainda 12 mil toneladas de borra, do total de 15 mil toneladas originalmente depositadas.

Finalmente, no dia 15 de setembro de 2009, o MP Federal em Campinas (SP) e o MP Estadual (SP) em conjunto com a Prefeitura da cidade, firmaram um TAC com o compromisso de interditar a área devido à comprovada contaminação da água e do solo.

Para se ter ideia da gravidade do caso, cerca de 1.500 pessoas foram atendidas pelo posto de saúde local para monitoramento das consequências da poluição, e ao longo de todos esses anos a cidade de Santo Antonio de Posse tem convivido com o estigma social e econômico herdado pela presença do lixão.

Em 2010 a Petrobras celebrou acordo com o MP de São Paulo, comprometendo-se a aderir ao TAC que está em execução, para a recuperação do aterro Mantovani. O montante de verbas que a Petrobras empenhará ultrapassa R$ 13 milhões e será aplicado em medidas de contenção do dano ambiental para impedir o alastramento e a realização de estudos adicionais da área que possibilitem a elaboração do projeto final de remediação.

O caso persiste a mais de 30 anos e os responsáveis por um dos maiores passivos ambientais do Brasil continuam impunes.

(Texto adaptado do original de DURVAL FRANCISCO DE LIMA NETO, mestrando em Tecnologia Ambiental pelo Instituto de Pesquisas Tecnológicas do Estado de São Paulo – IPT, 2004).

A Lei Federal 9.605/98 (Lei dos Crimes Ambientais) dispõe sobre as sanções civis, administrativas e penais aplicadas às condutas e as atividades lesivas ao meio ambiente. E basta apenas comprovar a relação entre o ato cometido e a culpa, sendo intencional ou não, e o dano causado.

A responsabilização sobre o ato poderá recair sobre qualquer um que tenha participado do processo, quer seja, aquele que gerou o resíduo, aquele que efetuou o transporte do mesmo ou ainda, aquele que armazenou-o de forma inadequada, por exemplo. Inclusive a pessoa jurídica pode ser responsabilizada.