Ele(a) trabalha demais!

Ela trabalha demais! – Por Ele

O trabalho é uma das coisas mais importantes na vida do homem capitalista e contemporâneo. Vivemos uma vida inteira treinando para ele, em nossas escolas e depois em nossas universidades, só para conseguir chegar lá. Mas e o amor? O amor sempre tem a total prioridade na minha vida, ou quase sempre. Às vezes somos obrigados a por nossas prioridades na gaveta e dar valor para o que nos paga, por que amor é de graça, mas amar não é tão barato assim.

Job3

Por mais carrancudo que eu seja, uma coisa eu tenho que afirmar, todo domingo eu espero a sexta para Ela voltar e quando sou  -por motivos profissionais – obrigado a não estar com ela, meu coração se aperta e eu sei que enquanto eu estiver cheio de adrenalina no trabalho eu vou levar de boa, mas quando eu parar e perceber que ela não está aqui, a saudade destrói, mano.

Para evitar a destruição total do seu ser rsrsrs você tem que compensar o mais rápido possível essa ausência: falte na faculdade, saia um dia mais cedo do trabalho e vá de encontro ao seu amor. A breve separação tem lá suas vantagens, a saudade dá um gosto melhor para o momento além de que, se rolar, deixa a coisa mais hot rs.

Trabalhar é necessário, isso é um fato,  e às vezes significa deixar alguém em casa. Não se deixe abalar muito, pois eu, você e o planeta já sabemos que a saudade é pimenta boa de vez em quando, use isso ao seu favor. Só não torne isso rotina porque aí já vira abandono.

Ele trabalha demais! – Por Ela

Pelo título vocês devem me achar fútil, alguém que não dá valor ao trabalho, que vive num mundo de conto de fadas onde tudo é mágico. Não, nada disso! O trabalho está entre as minhas prioridades, tanto o meu quanto o dele, eu também posso ser acusada de trabalhar demais… e talvez seja exatamente esse o problema!

Sim, esse é o problema, trabalhar e estudar não é fácil pra ninguém! Trabalhar, estudar e manter um relacionamento então… nem se fala! O que complica mais é que quando um está livre, o outro está sobrecarregado de tarefas e compromissos… aí fica difícil curtir o namoro…

A questão também não é que eu esteja com ciúmes. Nada disso. Eu entendo que Ele realmente precise trabalhar e acredito que esteja trabalhando. O problema nunca foi achar que Ele estava mentindo para me trair… Longe disso, o problema é saudade mesmo!

Para aproveitarmos o tempo juntos, uma solução encontrada foi aproveitar sempre que possível para estudarmos ou trabalharmos juntos, cada um com seu notebook, claro, mas pelo menos estamos fisicamente juntos (ficar pertinho já ameniza um pouco as coisas).

Mas e quando o assunto é trabalho? Que nem perto podemos ficar? Muitas vezes não dá nem pra atender o celular, responder o WhatsApp ou ver o comentário ou dedicatória do amado carente no facebook (ok, essa sou eu!). Sim, sou carente! Ficar sem nenhum contato me enlouquece (principalmente em tempos de TPM). Preciso de carinho, atenção, ser ouvida, contar tudo o que aconteceu e ouvir a voz dele… ouvir um “eu te amo” nessas horas faz toda a diferença. Uma semana sem Ele pra mim é o tempo tolerável, mais do que isso, já morro de carência, chego até a chorar de saudades… Não é exagero, sou apenas sentimental. Nesses casos, preciso arrumar uma ocupação, me distrair para esquecer um pouco a falta dele. Para isso, trabalhar, estudar e academia são ótimos remédios! Mas, ultimamente, tenho corrido tanto quanto Ele, estamos praticamente competindo pra ver quem trabalha mais, estuda mais, ou enlouquece mais rápido!

Esse é outro problema: além da carência, da saudade, ainda tem o estresse da correria, da falta de tempo… Beiramos o surto muitas vezes! Isso nos faz questionar se tudo isso vale mesmo a pena, se temos que abrir mão de tudo isso para sobrevivermos. Mas viver sem tempo, estressado é a vida que queremos? E viver sem o amado? Viver sem amor pra mim não é vida!

Por isso, buscamos sempre um tempinho pro Casal, não por obrigação, mas porque realmente sofremos de ficar longe, porque enfrentar esse mundo louco juntos é mais fácil, o amor é quase uma terapia antissurto. Enquanto essa corrida contra o tempo não acaba, esperamos ansiosamente por cada momento juntos, cada olhar, cada toque, cada gesto de carinho e nos recordamos nostálgicos de viagens e passeios inesquecíveis, sonhando com os momentos em que poderemos viver isso tudo de novo e muito mais do que isso, quando o amor poderá vencer a barreira do tempo, porque, afinal, o amor pode ser para sempre.

Anúncios

Uma consideração sobre “Ele(a) trabalha demais!”

Comente este Post

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s