Feliz Ano Novo!

Adeus ano velho, feliz ano novo!

E 2014 se foi e deixou lindas lembranças para todos nós. Cada dia que passou foi especial, realizamos sonhos, trabalhamos, brigamos e caminhamos para o futuro, juntos, como o Casal mais feliz do mundo!

fim de ano 2

Agora 2015 já bate na porta e devemos recebê-lo com todo o entusiasmo possível. Só assim faremos dele o melhor de nossas vidas! E vai ser, ô se vai! Ame, beije, viaje, estude, trabalhe e faça sempre o que te faz feliz. O casal deseja a todos o mais perfeito ano novo, cheio de amor, grandes ideias e conquistas, para que todos nós sejamos muito felizes hoje e sempre!

fim de ano 3

Promessa de ano novo?
Nós temos uma!
2015 vai ser épico!

Anúncios

Já fez seus planos de Ano Novo?

feliz_2015

Enfim chegou aquela época esperada do ano… Quando nossas energias se renovam e nosso limite se refaz.
A renovação do ano novo sempre me remete a um balanço emocional do ano que passou… Além, lógico de fazer novos planos para o ano seguinte…
Você conseguiu realizar suas metas de 2014?
Elas foram celebradas?
É nessa hora que nossos sentimentos mais profundos aparecem no consciente celebrando a vitória ou entrando nos planos do ano novo…

Muitas pessoas não conseguem fazer esse balanço emocional simplesmente porque não planejaram seu ano… Não definiram suas metas… Por isso, a hora é agora!

O que você realmente espera realizar em 2015?

Escute a voz do seu interior, só você pode ouvi-la, entregue os pontos de 2014 e planeje 2015… Pode até doer um pouco… Mas em minutos a esperança estará renovada, e nos próximos 12 meses você poderá realizar muita coisa!

Escute seu coração, acalme sua alma, separe alguns minutos e coloque suas ideias no papel. Não tenha vergonha, risque, comece de novo, apague, até chegar no seu plano final… Trace seu plano pois você é o único marinheiro da sua vida para o próximo ano. Lembre-se atracar o barco em um porto seguro depende muito mais da habilidade do timoneiro do que das condições do tempo…

Feliz Ano Novo!

Retrospectiva 2014 – De lá até aqui…

cobertura_evento_jatefalei-82014 foi nosso ano de estréia, nosso ano de aprendizado, nosso ano de engatinhar. Vocês acompanharam o lançamento do Já te Falei e de quebra aprenderam umas dicas pra cobrir um evento.

"View from the Window at Les Gras" - Joseph Nicéphore Niépce
“View from the Window at Les Gras” – Joseph Nicéphore Niépce

Descobrimos como nasceu a fotografia e como a fotografia nasceu em mim. Não somos os primeiros nem os últimos nessa arte, por isso devemos constantemente olhar para trás, conhecer, estudar, e aprender com nossos mestres para desenvolver nossa criatividade e direcionar nosso olhar. jatefalei_michaelfreeman_4Do intrusivo Mark Cohen, que fotografa em seu quintal ao explorador Michael Freeman que tem um mundo em seu quintal.

"Ugandan Girl" por Andrew Suliteanu Concorrente ao National Geographic Photo Contest
“Ugandan Girl”
por Andrew Suliteanu
Concorrente ao National Geographic Photo Contest

Descobrimos que o passado e o futuro estão sempre presentes, constantemente se intercalando e norteando o olhar coletivo de nossa arte. Construímos nosso olhar observando o que está ao alcance de todos como num concurso de escala global como o National Geographic Photo Contest, que redefine os caminhos da fotografia até aquilo que está ao nosso lado, nossos artistas contemporâneos, colegas e amigos como Wellington Rockers, com quem podemos conversar e conhecer cara a cara.

sobeosamba_jatefalei-10Também conhecemos a importância de registrarmos a nós mesmos, o que está à nossa volta, que faz parte de nossa vida de nossas raízes e de nosso futuro. jatefalei_ensaio_tais-8Vocês acompanharam minha primeira vez com minha namorada, me acompanharam matando a saudade dos meus amigos subindo o Samba e retornando às raízes e até participando de uma maratona ou fazendo um rolê Natalino.

aperture_jatefalei- 15Nunca abandonamos também nossos aprendizados técnicos, arte e técnica sempre andam juntos,  é necessário dominar desde nossa matéria prima, nossas câmeras e equipamentos, e clique a clique entender como compor uma imagem e o funcionamento do ISO,  da Velocidade do Obturador e da Abertura criando assim, um ambiente fértil para o desenvolvimento de nossa criatividade. Ou simplesmente como fotografar a Lua sem precisar ir até lá

cobertura_evento_jatefalei-39Dessa forma, agradeço profundamente à cada um que participou e acompanhou essa jornada! Foi um prazer imenso estar ao lado de vocês, nos despedimos do ano, mas mantemos a esperança de nos superarmos nos próximos, novo ano, novos projetos e você continua acompanhando cada passo aqui no Já te Falei!

Obrigado à todos os Colunistas, obrigado Família, Obrigado Namorada, Obrigado Amigos e Obrigado à  todos os leitores! Feliz ano novo!

Até semana que vem, até ano que vem!
E daqui até ali, Bem vindo 2015!

ANO NOVO, O SIGNIFICADO DOS ALIMENTOS DA CEIA DO REVEILLON

E chegamos no fim do ano e com ele trago o último post do ano, mais ainda com muita informação!! E é claro que eu não poderia deixar de comentar sobre as comidinhas de Ano Novo, tudo o que você já sabe ou ainda tinha alguma dúvida….

 E você sabe qual o significado dos alimentos de Ano Novo, o que significam as comidinhas de Reveillon, suas tradições e costumes… Aqui você vai ficar sabendo de tudo sobre as festas de fim de ano, para que você possa ter uma refeição farta e cheia de simbolismo.

Aves, champagne, arroz…. quantas coisas boas tem em uma ceia de Ano Novo, mais conhecida como Reveillon? Vou lhe mostrar os principais alimentos servidos na noite da virada para que você entenda o seu significado, simbolismo e tradições que são passadas de geração para geração, algumas são trazidas de outros países, culturas e sua perfeita integração com a quantidade enorme de riquezas que podemos encontrar aqui no Brasil.

ARROZ

O arroz é uma semente que simboliza a riqueza, a abundância e a fertilidade.
Na Coréia, no Japão, no Líbano e na Dinamarca acreditam que esse alimento traz muita sorte. O Líbano ainda nos traz uma outra curiosidade, é um costume deles comerem só alimentos brancos na noite da virada.

AVES

Não chegue perto, passe longe de frango, peru ou faisão ou qualquer tipo de ave se quer ter algum suceso no ano que vem! As aves ciscam para traz e, para os supersticiosos, isso indica retrocesso e atraso de vida, se tiver dúvida, opte por outros tipos de carnes.

CHAMPAGNE

Essa bebida também é feita com uvas, e é uma bebida que não pode faltar na ceia e no brinde de Ano Novo.
O “Verdadeiro” champagne vem de origem Francesa, e sua pureza e qualidade são reconhecidas no mundo todo. O único problema é que ela é uma bebida cara, mais você pode substituí-la por espumantes nacionais ou importados, são bem parecidos e mais barato.

LENTILHAS

A lentilha é um sinal de boa sorte, principalmente para os Italianos.
No Brasil e no Chile, as pessoas acreditam que a lentilha deve ser a primeira coisa que se tem que comer logo após a meia-noite, para que não falte dinheiro durante o ano que vem por ai.

PORCO E LEITÃO

O porco está sempre andando e fuçando para a frente e, por isso, é visto como um animal de prosperidade.
Além disso, o seu alto teor de gordura nos remete à fartura e à riqueza. No interior existe um velho ditado que diz que todo animal que faz xixi para trás empurra o dono para frente, sendo assim o porco é a melhor opção ou tender assado.

ROMÃ

A Romã é um simbolo de fartura e felicidade, é uma planta cultuada em antigas tradições do oriente por ter um poder muito grande de atrair riquezas para quem a cultiva.
É uma fruta que tem muitas sementes e que simboliza o nascimento e a abundância.
No Brasil, a tradição manda que se segure três sementes dessa fruta nos dentes à meia-noite, pedindo dinheiro para o ano seguinte.
As sementes devem ser guardadas durante todo o ano, dentro da carteira e envolto em um papel branco.

Por fim, gostaria de agradecer muito a todos vocês que tiraram um tempo do seu dia, da sua semana para nos acompanhar. Continuem lendo, nos seguindo e compartilhando. Nos vemos ano que vem, dia 5 de Janeiro, pois aqui nós não paramos de te encher de conhecimento!!!

BOAS FESTAS !!!

Uma súplica para o Ano Novo

O tempo é uma coisa muito louca, não é? Por que completamos um ano? Quem dividiu o tempo? Por que segundos, minutos e horas definem nossas vidas?

São perguntas importantes que levariam mais uns 3 posts para pensarmos no assunto. Mas hoje não importa, pois estamos muito próximos de 2015. Pode ser clichê, mas horas foram segundos em 2014, um ano de muita luta, muita dor, mas muita honra, vitórias e aprendizado, principalmente aprendizado. É isso que temos que carregar para o ano que vem, porque bens materiais e conquistas egoístas não nos levam a lugar nenhum, apenas o que ensinamos e aprendemos ficam para eternidade.

Aquele que ensina, de certa forma, é um mestre e, como o ano que passou nos ensinou muito, só existe um modo de agradecer Cronus, superando-o, apenas dessa forma o deixaremos orgulhoso. Essa é a súplica da Surreal para seus leitores em 2015:

Supere a você mesmo e, principalmente, supere 2014. Mantenha a evolução.

E assim falou o Surreal.

Um Conto de Natal

árvore-de-natal_jatefalei

Como ainda estamos em clima de Natal, vamos deixar os assuntos do “Mundo Jurídico” um pouco de lado, e tentar enxergar algumas situações sobre uma outra perspectiva.

Hoje vou apresentar-lhes umas das histórias de Natal mais contada no mundo: Um Conto de Natal, de Charles Dickens.

Já te falei quem é Charles Dickens?

Dickens foi um famoso romancista inglês, que viveu em plena Revolução Industrial inglesa, suas produções foram dedicadas a retratar as crueldades sociais da época, e por conta disto, o Conto de Natal foi encarado como uma análise do munda cada vez mais industrializado, que estava se esquecendo do espírito natalino.

Aos 11 anos de idade, a família de Dickens foi presa civilmente por dívidas, mas Dickens ficou em “liberdade”, trabalhando para saldar a dívida. Já aos 15 anos, foi auxiliar em uma firma de advocacia (isso mesmo, estagiário). E com 21 anos, publicou sua primeira história, também para saldar as dívidas, mas iniciando uma carreira promissora.

Publicado em 19 de dezembro de 1843, em sua versão original em inglês, “A Christmas Carol” (Um Conto de Natal), transformou-se imediatamente em um grande sucesso:

*************************************************************************

A obra traz a história de um homem empreendedor avarento, Ebenezer Scrooge que abominava o período natalino, e foi retratado como uma pessoa solitária, fria, sem um mínimo de compaixão pelo sentimento dos outros, e preocupado apenas com seus negócios.

Ele era dono de um escritório em Londres “Scrooge & Marley”, e tinha um único funcionário, Bob Cratchit, o seu pobre empregado, porém feliz, que ganhava um salário miserável para sustentar sua mulher e seus quatro filhos, sendo um deles, o pequeno Tim, o seu carinho especial, pois tinha deficiência nas pernas.

Numa véspera de Natal Scrooge se depara com o espirito do seu ex-sócio, Jacob Marley, morto havia sete anos naquele mesmo dia. O espírito de Marley conta para Scrooge que, por causa da sua avareza quando era vivo, seu espírito vagava pelo mundo, e não pôde descansar em paz, mas que Scrooge ainda teria uma chance de se salvar. Assim, nas três noites seguintes, o Scrooge receberia a visita de três fantasmas: o do Natal do Passado, o do Natal do Presente e o do Natal do Futuro.

O primeiro espírito surge, como um velho da altura de uma criança com cabelos brancos escorrendo sobre o ombro, com uma luz que emanava da sua cabeça. Este era o Espírito dos Natais Passados, que levou Scrooge de volta no tempo e mostrou a sua adolescência e o início da sua vida adulta, quando Scrooge ainda amava o Natal.

O segundo espírito, o do Natal do Presente, é um gigante risonho com uma tocha na mão. Mostra a Scrooge as celebrações do presente, incluindo a humilde comemoração natalina dos Cratchit, em que, apesar de pobre, a família do seu empregado era muito feliz e unida. A tocha na mão do espírito conferia um sabor especial à ceia daqueles que fossem “contemplados” com a sua luz.

O terceiro espírito era o dos Natais Futuros, que apresenta-se como uma figura alta, envolta num traje negro que oculta seu rosto, deixando apenas uma mão aparente. O espírito não diz nada, mas aponta, e mostra a Scrooge a sua morte solitária, sem amigos.

Após a visita dos três espíritos, Scrooge amanhece como outro homem. Passa a amar o espírito de Natal e a ser generoso com os que precisavam, inclusive ajudando seu empregado Bob Cratchit.

**************************************************************************

Este clássico já foi adaptado para as telonas do cinema. Leia mais na coluna de cinema e teatro, do colega Luciano Fernandes.

As visitas recebidas por Scrooge do seu Natal Passado, Presente e Futuro, colocaram-no direto com os impactos de sua ganância e abriram sua alma para um novo paradigma.

Há quem diga que o sentido religioso do natal foi se perdendo, e que houve épocas em que a festa de Natal não estava religiosa como antigamente, sendo desviado o seu objetivo culto, para apenas alimentar um consumismo exagerado.

Eu entendo que trata-se de tempo de esperança e fé, e que o espírito natalino nunca deve ser perdido, pois muito tem a ver com cooperação, compromisso e doação (tanto material quanto moral). Afinal, tudo isto se torna imprescindível para o estabelecimento do ideal de uma sociedade livre, justa e solidária.

E você, o que acha do Natal?

Espero que todos tenham tido um ótimo Natal! 

Boas Festas e até a próxima sexta!

BALANÇO 2014: O QUE TEVE NO BLOG

Enfim chegamos ao último post do ano! Foram muitos os assuntos. Falamos sobre a história do cinema, sobre os dublês, o fim das videolocadoras, filmes de super-heróis, analisamos o formato IMAX de exibição, tivemos um especial filmes de terror, adaptações de livros, classificações indicativas, o Brasil no Oscar, entre outros assuntos. Muito trabalho, muita pesquisa e muito assunto legal marcaram nosso caminhar para um trabalho melhor, afim de trazer mais conteúdo e informação legal para vocês leitores.

O nosso 2014 em números:

– 20 posts sobre cinema
– 5 meses desde o lançamento
– 900 curtidas no Facebook
– 16.577 palavras escritas na coluna
– 56 filmes indicados
– 100 filmes lançados no cinema desde o início do blog

20 maiores bilheterias de 2014 NO BRASIL.

1º – A Culpa é das Estrelas
2º – Malévola
3º – Noé
4º – X-Men
5º – Rio 2
6º – Annabelle
7º – Capitão América 2: O Soldado Invernal
8º – Transformers: A Era da Extinção
9º – Como Treinar Seu Dragão 2
10º – O Espetacular Homem-Aranha 2: A Ameaça de Electro
11º – Planeta dos Macacos
12º – Frozen: Uma Aventura Congelante
13º – Jogos Vorazes: A Esperança – Parte 1
14º – Interestelar
15º – Até que a Sorte nos Separe
16º – 300: A Ascensão de um Império
17º – GUardiões da Galáxia
18º – Hercules
19º – Robocop
20º – Drácula – A História Nunca Contada

Por fim, gostaria de agradecer imensamente a todos vocês que reservam um tempo de suas semanas para nos acompanhar, que nos seguem, curtem, compartilham e comentam sobre os posts. Nos vemos no ano que vem, dia 2 de Janeiro, já analisando os grandes lançamentos de 2015!

Boas festas, pessoal!

ja_te_falei_indicações_cinema
estrelas_cine2 NOITE DA VIRADA  |  Direção: Fábio Mendonça – Com Marcos Palmeira, Julia Rabello, Luana Piovani, Rodrigo Sant´Anna, Taumaturgo Ferreira  – O filme nacional do ano novo tem grandes trapalhadas e momentos engraçados, mas não alcança a categoria de excelentes ou recomendadíssimos.

ja_te_falei_estreias_cinema

  • Êxodo: Deuses e Reis
  • Operação Big Hero
  • Os Caras de Pau em O Misterioso Roubo do Anel
  • A Família Bélier
  • As Férias do Pequeno Nicolau
  • O Crítico
  • Ida

Véspera de Natal

Véspera de Natal

Todos os anos dizemos a mesma coisa, mas realmente parece que foi ontem o Natal 2013! O ano passou tão rápido e nem todas as promessas do Natal passado foram cumpridas… Mas, por outro lado, fizemos também muitas coisas boas!

O Natal é isso mesmo, época de juntar a família, os amigos, relembrar bons momentos, agradecer pelo ano e por todas as conquistas. É também época de entrar em contato com o seu eu interior, de refletir, de rezar, de ter fé e fazer planos e promessas para o próximo ano, enfim… o Natal é a época em que o melhor do ser humano aparece! Podia ser assim o ano todo, né?! O clima natalino invade as ruas, as casas e os corações das pessoas. É tempo de amor! Difícil encontrar alguém que não seja envolvido por essa magia.

Véspera de Natal - O Casal

Vivemos o Natal a cada pequeno gesto, desde a decoração da casa, a montagem da árvore, a fantasia do Papai Noel para a criançada, os amigos secretos, os presentes, as loucuras nos shoppings e supermercados, a disputa pelas vagas no estacionamento, as confraternizações no trabalho, com os amigos e com a família, o especial de Natal do Rei Roberto Carlos, a preparação da Ceia, a escolha da roupa (quase o traje para o Óscar para as mulheres), comida  e bebida em abundância e a promessa das dietas e da academia no ano novo… tudo se repete, ano após ano.

Mas acima de tudo, nessa época nos lembramos de pessoas queridas e queremos ficar perto! Nada de lembranças ou sentimentos ruins… é hora de renovar o coração. Queremos união, paz, felicidade e amor! E é exatamente isso que O Casal e todos os colunistas do Já te falei! desejam a cada um de vocês nessa data especial.

Um excelente Natal a todos, repleto de luz e realizações!

Queremos deixar também o nosso “muito obrigado” por terem acompanhado nossa coluna durante esse ano, e principalmente, nessa data tão especial!

Obrigado por fazerem parte dessa grande família Já te falei!

Feliz Natal e o Rolê Clichê Paulistano

E quem disse que clichê tem que ser ruim?

jatefalei_rolêclhichê-130

jatefalei_rolêclhichê-140Quando viajamos visitamos museus, exposições, feiras de rua, conhecemos artesanato, arte, cultura e tradições regionais. Se gostamos tanto de visitar outras culturas, por que não nos empenhamos mais em conhecer nossa própria? Nossas tradições, nosso artesanato, nossa arte? Nossos artistas de rua, nossa cidade e nossa história?

jatefalei_rolêclhichê-163Domingo (21/12) fui conhecer uma das maiores tradições da cidade de São Paulo, um dos rolês mais clichês da nosssa cultura urbana: Vai pra Paulista! Carnaval? Vai pra Paulista! Páscoa? Vai pra Paulista! Ano novo? Paulista! Futebol? Paulista! Entre tantas outras… Mas o Natal possui um lugar especial nessa tradição, a luz, a decoração, o clima e o calor do povo trazem uma atmosfera ainda mais mágica ao coração de nossa cidade.

jatefalei_rolêclhichê-149Quero aproveitar a mágica que permeia essa data para agradecer a todos vocês! Minha família que me acompanha e me apoia desde que surgiu a idéia do Blog, e que entende quando mergulho aqui nas postagens por horas sem conseguir dividir minha atenção e ainda participam ativamente. jatefalei_rolêclhichê-150Agradeço aos meus amigos que também me apoiam, os que me acompanharam na pauta de hoje e tornaram a experiência muito mais divertida e aos que divulgam e acompanham o Blog.

Obrigado a cada colunista que com nossos esforços individuais na criação de cada post, de cada arte, cada divulgação e sempre trabalhando para nosso crescimento  coletivo. Obrigado a cada um que fotografei esse ano, acredito que existe algo de incrível em cada um de vocês que precisa ser eternizado,

jatefalei_rolêclhichê-26Obrigado A Dupla da Paulista, Gustavo Pereyra, que só deixa fotografar depois da conversa, Pekeno e Pedro no BMX e às Estátuas vivas com quem não pude conversar. Obrigado ou Povo e à Cidade de São Paulo por serem FODA! (desculpem, não tem outra palavra). E em especial, obrigado a você que lê, acompanha e interage! Muito, MUITO obrigado!

E como já disse aqui, eu me expresso por imagens então nada melhor que deixar o meu Feliz Natal com uma galeria cheia das melhores imagens que pude registrar no meu rolê clichê!