Na Seca… (parte 2)

Na Seca… (Por Ela)

Dessa vez vamos falar sobre a seca nos relacionamentos, ou melhor, a seca por falta deles! É mais difícil ficar na seca quando se está num relacionamento, mas também acontece, em algumas situações, como por exemplo, quando o casal briga, quando surge uma viagem sem o amado, quando estão numa rotina de trabalho ou estudos pesada que acaba não sobrando muito tempo ou sobra muito cansaço.

Eu acho que o sexo é muito importante para o relacionamento, na verdade, acho que é o seu termômetro. Se você está na seca (e não é por uma causa maior que o impossibilite, como a distância), significa que alguma coisa não está bem…

Ouvi uma história de um casal que, com os filhos e a correria do dia a dia, não estava arrumando tempo para o sexo. Por isso, eles combinaram de fazer todos os dias em um determinado horário da madrugada. Eu acho que foi uma solução inteligente, embora pra mim não daria muito certo por causa do sono… mas, o que importa é dar um jeitinho de acordo com as necessidades e vontades do casal! Mesmo cansados ou com dor de cabeça, sempre dá pra arrumar um tempinho pro sexo, afinal, ele ajuda a melhorar as dores e dá uma injeção de ânimo! Por isso, quando se tem um parceiro não tem desculpas para não ter sexo! O problema é quando não temos ninguém…

Essa seca sim é de matar! Não ter um relacionamento dificulta as coisas… Para as mulheres pode não ser tão difícil assim, pois é fácil encontrar um cara que queira sexo, mas o problema é justamente esse: algumas mulheres não querem só sexo como ato físico para saciar os desejos (como jogar tênis)¹, querem também uma boa dose de amor, amizade, cumplicidade, enfim, um relacionamento, e isso já não se encontra em qualquer esquina!

Temos, assim, duas opções: o sexo simples sem um envolvimento sentimental ou a busca por um parceiro, mesmo que temporário… Por isso, muitas mulheres acabam optando pela amizade colorida: você tem amizade e sexo ao mesmo tempo. Não deixa de ser uma ótima combinação, afinal, vocês já se conhecem, já têm intimidade e uma liberdade maior. Mas se o combinado for só a amizade colorida, só não pode se apaixonar ou se apegar muito (nem ser grudenta), porque o cara não vai querer um relacionamento – ele já deixou isso claro e você supostamente aceitou as condições.

Filme "Amizade Colorida"
Filme “Amizade Colorida”

Para não sofrer com a amizade colorida, a regra é pegar sem se apagar! A amizade colorida vale a pena quando os dois estão de acordo com os termos e enquanto estão curtindo. Cuidado pra não estragar a amizade depois também, porque quando acabar a fase de pegação vocês podem voltar a ser apenas bons amigos.

Algumas mulheres se preocupam também com a sua “lista”, ou seja, a quantidade de caras com quem já dormiram, como no filme “Qual seu número?”, em que a personagem decide procurar seus ex-namorados para resolver sua seca sem aumentar o número de caras da sua lista! Não é uma má opção, mas se o cara virou ex significa que a história já não deu muito certo por algum motivo e não sei se vale a pena reviver tudo…

Filme: "Qual seu número?"
Filme: “Qual seu número?”

Mas isso pode funcionar com amigos coloridos: quando você está na seca pode valer a pena procurar um antigo amigo colorido, afinal, se fizeram tudo certo, não ficou nenhuma mágoa ou outro sentimento e vocês podem colorir a amizade de novo pelo tempo que quiserem…

Não sei se tem gente que convive bem com a seca… Acho que se você for virgem é fácil ficar sem, porque o que você sente mais é uma curiosidade e uma vontade de experimentar, mas você não sabe bem o que… Por outro lado, depois que você experimenta, é mais difícil ficar sem (como droga), principalmente depois de um relacionamento em que o sexo era intenso… constante… e com sentimento!

Por isso, desejo muita chuva para todos nós, porque ninguém merece tempos de seca!

¹ Filme: “Amizade Colorida”.

Na Seca – por ELE:

Se falar sobre seca já é difícil, imagina lidar! Rs. Ainda bem que desse mal não tenho sofrido, mas já sofri e, meu irmão, tenho total compreensão de que não é fácil. Chega um momento você já tá batendo a cabeça na parede e mesmo aquele amor próprio não funciona e nem alivia direito.

Mas nem toda seca é igual e nem pelos mesmos motivos, em um relacionamento a seca pode vir devido a diferentes circunstâncias,  que vão desde ir viajar sozinho até  o momento em que  seu namoro está acabando.  Dos itens que citei, o primeiro é fácil de resolver, é só voltar para “casa”,  usar a internet para fazer alguns joguinhos à distância com a(o) amada(o), demorar um pouco mais no banho (em SP esse não pode);  mas o segundo é osso, quando já não rola mais aquela intimidade a ponto de te deixar na “seca”, infelizmente o namoro está a poucos passos do fim e trilhar o caminho de volta, às vezes, envolve aceitar o fim e tentar recomeçar tempos depois. Sem a intimidade e a troca que o sexo proporciona dificilmente um namoro contemporâneo (óbvio) sobrevive.  Namoro na seca é igual Buchecha sem Claudinho, até existe só não sei se é bom.

Agora quando você está solteiro, a história é outra. Com certeza todos têm o direto de fazer o que  bem entenderem  com o seu corpo e as possibilidades de se livrar desse mal aumentam bastante (na mesma proporção que os casais tem de não sofrer de seca!).  As mulheres cada vez mais livres já fazem uso de seu PA’s (eu sei que vocês sabem o que significa) e vivem por aí sem passar vontade, assim como o homem  que também tem suas amigas especiais. Nessa hora, vale tudo para encontrar alguém e se nada der muito certo, ambos os gêneros podem recorrer ao “pago” e desde que seja com segurança, boa sorte e vai lá e aproveite.

A ideia para não piorar a situação quando você está na seca é ter noção de que ela não é regra e sim condição, logo a fase triste passa, sua pele volta a ficar mais bonita, seu sorriso volta a aparecer, etc. Por fim, a “seca” entra naquelas coisas da vida que se assemelham ao consórcio, uma hora vai acontecer para você, nessa hora se você  estiver namorando, dependendo do motivo vale o esforço esperar ou remediar um pouco (rs). Mas se for solteiro vale quase tudo, sei lá, só não come a baleia  (piadinha literária no final, minha cara).

Anúncios

Comente este Post

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s