ERA TUDO SOM!

Mute-JATEFALEI

Caminhando pela principal Avenida de São Paulo, encontrei com um cego, nada de especial, existem muitos por aí. Mas esse me chamou a atenção pelo seu sorriso, ele estava amando aquele lugar! Os sons formavam com perfeição o local na mente do homem e eu não pude chamá-lo mais de cego.

Na verdade, fui eu que me senti cego, nunca poderei ver o que ele vê! Brincando com a possibilidade, pensei em outra coisa: E se tudo o que vejo for simplesmente ilusão de ótica e o universo seja apenas som, como se todos aqueles prédios fossem apenas barulhos petrificados em um equilíbrio frágil, que pode ser desfeito com um simples grito?

Em total desespero com meus pensamentos encontrei na Bíblia mais inspiração:

“No princípio era o verbo.” (João 1:1-3)

O verbo era o som, era o próprio Deus construindo o mundo, talvez por isso seja impossível descrevê-lo, talvez o Criador seja o primeiro som, a nota inaudível que constrói e carrega o mundo com a mais bela melodia! Tornou-se impossível não se questionar sobre a arbitrariedade em definir o sol como amarelo, por que não cinza? Por que não apenas som?

Logo entendo que não havia um cego ali, ou melhor havia, mas não era o sorridente o cego, era eu, que construí um mundo a partir de meus olhos tão facilmente enganados.

 

Anúncios

Comente este Post

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s