Crônicas da Madrugada

Insonia Surreal

 

O dia chegou, levantou de sua cama e viu que nada, de verdade, o faria sorrir. Foi mais uma noite de guerra contra a madrugada e seu perigoso silêncio que mantém todos os homens em alerta vermelho.

 Durante a noite, é como se o perigo morasse nos sótãos ou nos imóveis móveis decadentes da moradia. Seres cruéis caminham por dentro da cabeça, o Morcego dos Anjos parece fazer todo o sentido, com a diferença de que aos artistas resta a poesia e a você não resta nada a não ser a noite.

Caminha pelo corredor, encosta sua cabeça em todas as paredes como se pudessem cantar algo para você ou apenas busca um apoio, pois a essa hora ela passou a pesar toneladas. O pesadelo de ficar, de ser e de viver noturno é estar obrigado ao silêncio, seres noturnos nunca fazem barulho. Solução? Fique tranquilo, o desespero irá chegar. Conselho? Busque distração em um bom livro ou uma televisão onde lascivos se entregam às câmeras, talvez até se entregue também, mas isso só tornará tudo mais longo.

Uma breve trégua e a ilusão de paz, parece que seu corpo está cansando. Mas nem de longe isso significa que a batalha acabou. Vai lutar como um espartano para não ceder nem um minuto ao descanso. Não dormirás diz o profeta interno. Planeje, vai! Planeje, o dia todo.

Acho que se dormir agora serão 6 horas de descanso, ótimo! Conversa com teu leito e agora serão 4. Tua casa será uma espécie de vilarejo soturno, porém barulhento. Vai ouvir a geladeira e as garrafas mal guardadas irão estourar só para assustar, como se fossem verdadeiros tiroteios. Mas fique tranquilo! Faltam 3 agora e veja todos os planos para amanhã começarem a desmoronar. Vai tentar todas as formas, drogas, álcool, mas não adianta nem buscar apoio na lua, vai ser efetivo, sua luz de deusa parece sedutora e piedosa, ela simplesmente não vai atender tuas súplicas de apenas um pouco, um pouco, tão pouco. O dia chegou, levantou de sua cama e viu que nada, de verdade, o faria sorrir.

Anúncios

2 comentários em “Crônicas da Madrugada”

Comente este Post

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s